ITAITUBA

38 casos de dengue são confirmados e setor de endemias orienta a população, em Itaituba.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O total de 38 casos de dengue foram confirmados na manhã desta quarta-feira (01). Porém, de acordo com a coordenação do setor de endemias, esse número pode ser bem maior, em virtude dos casos em que a pessoa adoece mas não procura a unidade de saúde.

Coordenador de endemias Eulisson Braga

Em combate, os agentes de endemias estão  realizando o controle com visitas domiciliares, procurando focos do mosquito e tratando quimicamente quando possível,  para que sejam eliminadas as larvas do mosquito.

Coordenador de endemias Eulisson Braga. Foto: Weslen Reis(Plantão 24hrs)

O coordenador de endemias Eulisson Braga alerta que este é o período de maior incidência das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti  ( Dengue, Zika e Chinkungunya), podendo ocorrer  registros até meados de maio,  portanto  mesmo com as visitas dos agentes, a população precisa se ajudar, tomando cuidados básicos em suas residências. 
“A preocupação dispensada ao COVID-19 deve ser a mesma pra Dengue/Zika/Chikungunya e aproveitar esses dias de afastamento social e cuidar do quintal, não deixar água parada. E em casos de febre, dor de cabeça, dores muscular e nas articulações, e dor no fundo dos olhos, e manchas vermelhas no corpo procurar uma unidade de saúde pois pode ser dengue”, orienta o coordenador.
Além  dos cuidados de não deixar água parada, recomenda-se utilizar  telas em janelas e portas; usar roupas compridas – calças e blusas – e fazer uso de repelente. A coordenação  de endemias orienta também que em caso de  suspeita de dengue, evitar a automedicação (Ibuprofeno, nimesulida, diclofenaco e qualquer.medicação que tenha ASS/aspirina), pois pode complicar o caso. Lembrando que dengue, se não tiver os devidos cuidados, pode matar.
Plantão 24horas News.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS