ITAITUBA

Abelhas atacam moradores em Altamira

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Três pessoas ficaram hospitalizadas, dois cachorros morreram e um teve que ir para internação em um PET, depois que um enxame de abelha atacou moradores no Bairro Jardim Oriente, em Altamira no sudoeste do Pará, Carlos Medeiros é uma dessas pessoas, ele foi ferroado várias vezes durante a manhã de quarta-feira (19), e teve que ser encaminhado para a UPA junto com outra pessoa, o morador estava tentando evitar que seu cachorro fosse morto pelos insetos, o cão estava sendo perseguido pelas abelhas e os insetos invadiram a residência da família Medeiros.

“Eu corri para dentro de casa me enrolei em um lençol e peguei minha filha e saímos correndo, eu pensei que elas estava se alojando na minha casa.  Meu medo era elas picarem minha criança” explicou Carlos

Após os cuidados médicos, durante esta quinta-feira o morador saiu em busca da colmeia, os insetos estavam alojados dentro um pneu nos fundos de um terreno baldio na Rua dos Missionários, a primeira tentativa de retirar foi frustrada, até que professores e alunos da UFPA foram avisados, elas deram trabalho para a equipe da Universidade Federal do Pará que fez a remoção do enxame durante a manhã desta quinta-feira (20).

“Retiramos elas com um pouco de dificuldade por que estamos em área urbana, temos que ter muita cautela e elas estavam alvoroçadas, tinha uma tenha caída em cima do pneu e marcas de patas de cães ao redor do enxame, então alguém atiçou elas, geralmente essa espécie não sai para ferroar as pessoas, a não ser que sejam provocadas” explicou o Professor José Wilson Pereira, do curso de agronomia do Campus da UFPA/Altamira

A abelha é da espécie Apis Mellifera, ou Abelha Africana, elas são temidas pelo ferrão poderoso que pode matar. Segundo o professor Wilson, nesse período de florada das plantas, os enxames tendem a se dividir ou mudar de área para chegar à mais campos floridos. Em Altamira o local onde elas foram encontradas na Rua dos Missionários tem bastante vegetação, água e abrigos em pneus, além de carros velhos e cobertura, ambiente ideal para a instalação da colmeia. Com a retirada do pneu com a rainha do local, os insetos começaram a deixar a área, agora os moradores vão viver mais tranquilos.

“As que ficarem por ai não vão encontrar a casa delas e vão embora, a gente ficar mais tranquilo nas nossas casas” finaliza Carlos Medeiros
As abelhas serão assistidas por estudantes da UFPA, e serão pauta de estudos no Campus, ainda não havia grande produção de mel no local.

Reportagem: Felype Adms

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo