ITAITUBA

Acusado de matar o padrasto em comunidade de Itaituba, continua apreendido em Altamira

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O adolescente de 16 anos, identificado apenas pela inicial G., acusado de matar o próprio padrasto, Leonardo Santos Rocha, na comunidade Patrocínio, em Itaituba, ainda continua apreendido no município de Altamira desde a última sexta-feira (27).
Após cometer o crime, o adolescente fugiu com a moto da vítima da comunidade e posteriormente de Itaituba para Altamira, onde foi apreendido pela Polícia Militar na rua Bel Figueiredo, bairro Brasília, após ter sido reconhecido, mesmo tendo raspado a cabeça para dificultar ser reconhecido.

Padrasto, vítima, e enteado, acusado de assassinato.

De acordo com a Mãe do menor, Fabriza, a qual encontrou o marido com mais de 15 perfurações pelo corpo, ambos tinham tido uma discussão num garimpo em que trabalhavam juntos. Leonardo teria apontado contra o enteado uma espécie de “bico de jato” (mangueira d’água) muito utilizado na exploração de minérios. Nisso, o enteado teria se desequilibrado e caído na lama, o que ensejou uma discussão entre ambos.

O adolescente deve permanecer apreendido até a conclusão dos trâmites, após o qual deverá ser transferido para a Vara da Infância e da Juventude, em Itaituba.
Medidas baseadas no ECA 

Em conversa com a conselheira tutelar Zeza, ela nos informou que o adolescente não poderá ficar mais que 5 dias apreendido na delegacia de Polícia. Como preconiza no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), ele dever ser ouvido e representado ao Ministério Público em até 24h.

Adolescente apreendido na noite da última sexta-feira (27).

Caso o Ministério Público ofereça a representação e o Juiz venha aceitar, o adolescente irá para internação cumprir medida socioeducativa. Por outro lado, se o prazo não for cumprido, o Juiz manda soltá-lo. 

O assassinato 
O assassinato aconteceu na última quarta-feira (24) quando a vítima, Leonardo Santos Rocha, teria saído com o enteado em uma moto modelo Bros de cor vermelha, com destino ao ‘baixão’ do garimpo Patrocínio. 

Segundo informações, devido a demora no retorno Fabriza, esposa de Leonardo, decidiu ir atrás e o encontrou na beira de um ramal, com vários ferimentos de golpes de faca pelo corpo, há aproximadamente 20 Km da comunidade.
Plantão 24horas News com informações do SBT Altamira

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS