ITAITUBA

Acusado de matar prima é condenado a 18 anos de prisão

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O réu Jilferson Carlos Alves de Araújo foi condenado nesta quinta-feira (10) a cumprir pena de 18 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato da sua prima Leidiane Renata da Silva em junho de 2008.

 A defesa ainda pode recorrer da sentença e, como o réu responde ao processo em liberdade, só deve ser preso após uma decisão definitiva, quando se esgotem todas as possibilidades de recurso.
O crime aconteceu em junho de 2008. A vítima tinha 25 anos e deixou três filhos, um deles com 10 meses de idade. Segundo os autos do processo, ela brigava com a mãe do acusado quando foi morta com dois tiros pelas costas.
O acusado chegou a ter a prisão preventiva declarada em 2009 e ficou foragido por dois anos mas, a pedido do advogado de defesa, o decreto foi revogado para que ele pudesse se entregar. Com isto Jilferson respondeu ao processo em liberdade.
Durante seu depoimento, o réu negou que tivesse cometido o crime. “Muita gente pode ter matado ela, ela devia dinheiro ao tráfico”, disse Jilferson.
Fonte: G-Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS