ITAITUBA

Ananindeua: Polícia Civil prende último envolvido em assalto a residência e morte de criança

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Polícia Civil prendeu, nesta sexta-feira, 6, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Bruno Pereira de Lima, 25 anos, acusado de envolvimento em uma associação criminosa que invadiu uma casa, onde ocorria uma festa de aniversário infantil, em maio deste ano, no conjunto Júlia Seffer, em Ananindeua, na Grande Belém. 

 Na ação criminosa, uma menina de oito foi morta durante a troca de tiros entre os bandidos e um policial que estava como convidado no evento. Bruno foi preso em uma área de mangue, na sede do município de São Caetano de Odivelas, nordeste paraense.

A ordem de prisão foi cumprida durante operação conjunta de policiais civis da Delegacia do Júlia Seffer e da Superintendência da Polícia Civil na Região Metropolitana de Belém. A ordem de prisão foi decretada pelo juiz Breno Braga, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Ananindeua. Segundo o delegado Jefferson Gualberto, responsável pelo inquérito, o acusado foi localizado em uma área de difícil acesso, no meio do manguezal. Para localizá-lo, os policiais civis foram obrigados a se embrenhar na mata por dentro da lama. O preso não ofereceu resistência.
Assim que foi preso, Bruno foi conduzido para a Delegacia do Julia Seffer, em Ananindeua, para ser ouvido em depoimento e depois passar por exame de corpo de delito, para então, ser recolhido em uma unidade do Sistema Penitenciário. O preso é o terceiro e último envolvido no grupo criminoso, explica o delegado. Outro envolvido no crime é Danilo de Azevedo Monteiro, 18 anos, que foi preso, em julho deste ano, depois de fugir do Pará para a cidade de Manaus, no Amazonas. 
Danilo é apontado como a pessoa que ficou à porta da casa, observando a movimentação no lado de fora, juntamente com Bruno, enquanto o outro comparsa, Joel Gomes da Silva, entrou armado na casa e anunciou o assalto. O grupo criminoso não contava que dentro do imóvel havia um policial que reagiu ao assalto e matou Joel Gomes da Silva. Durante a troca de tiros, Danilo e Bruno fugiram. Com a prisão de Bruno, a Polícia Civil encerra as investigações do caso.

Fonte: policiacivil.pa.gov.br

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS