ITAITUBA

Anexo do EJA é discutido em reunião com alunos, professores e representantes da Educação na escola São Francisco das Chagas, em Itaituba

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


 Aconteceu na noite da última quarta-feira (5) uma reunião para resolver os impasses sobre  a permanência do  anexo da EJA ( Educação de Jovens e Adultos)  na escola Maria do Socorro Jacob, local onde antes funcionava essa modalidade de ensino.Segundo Nilton Júnior, diretor da UMEs ( União Municipal dos Estudantes ), os alunos estariam revoltados e preocupados com a situação e torciam pela permanência do anexo, pois eles não podiam ficar prejudicados e perder o ano letivo. 

 Estiveram presentes  na reunião o Presidente da  União Municipal dos Estudantes de Itaituba, Nilton Júnior; o Secretário de Educação, Amilton Pinho,  a direção das escolas EEEM Profª Maria do Socorro Jacob e São Francisco das Chagas, diretor da 12° URE,  José de Ribamar Almeida e a Presidente do Residencial Vale do Piracanã, Kátia Pinheiro, justamente com alunos e professores.

   

 Na reunião foi  decidido que três turmas do anexo Jacob ficarão na escola Padre José de Anchieta, estando  ainda em posição de análise pela direção da referida escola, e as outras três na escola  São Francisco das Chagas. Segundo o Secretário Amilton Pinho,  o retorno das três  turmas  para o anexo é de 40 dias, pois a escola Francisco das Chagas tem 4 salas em reforma e as aulas estão previstas para iniciarem semana que vem. Segundo ele, serão feitas divisões das turmas conformes os bairros nas proximidades da moradia dos estudantes.
Plantão 24horas News

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS