ITAITUBA

Aos 42 anos, morre o ator Paulo Gustavo, vítima de Covid-19

Ator e comediante Paulo Gustavo, morreu aos 42 anos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Faleceu nesta terça-feira (04/05), em decorrência de complicações da Covid-19, o ator e comediante Paulo Gustavo, aos 42 anos. Ele estava internado desde o último dia 13/03 no Hospital CopaStar, em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, pertencente à Rede D’Or.

Segundo informou a assessoria de imprensa do humorista à época, ele havia sido hospitalizado de maneira preventiva, mas seu estado de saúde acabou piorando com o passar dos dias, sendo, inclusive, intubado e conectado a um pulmão artificial de última geração.

Nascido em Niterói, na Região Metropolitana do RJ, em 30 de outubro de 1978, Paulo Gustavo se formou no CAL em 2005 e estreou no teatro no mesmo ano na peça Infraturas, ao lado de Fabio Porchat.

Antes de ficar famoso, no ano seguinte, com a “Minha Mãe é Uma Peça“, Paulo Gustavo morava em Niterói, não à toa cenário de seus filmes, e vendia sapatos e bolsas na Swains.

E foi com a peça, onde interpreta Dona Hermínia Amaral, que ficou conhecido em todo o país. A personagem principal é inspirada em sua mãe, Dona Dea Lucia. O filme estreou em 2013 e teve duas sequências, em 2016 e 2019.

Em 2010, estreou o talkshow Hiperativo, no Multishow, e o 220 Wolts. Além disso, o ator teve outros papeis de destaque, como Aníbal, em ”Os Homens São de Marte… E é pra Lá que Eu Vou”.

Desde dezembro de 2015, era casado com o médico dermatologista Thales Bretas. Os 2 são pais de Romeu e Gael. Ele era muito querido pela classe artística, tendo fama de divertido e bonachão.

A equipe Plantão 24horas News, se solidariza e presta condolências à família desse grande ator/humorista da história das artes cênicas brasileiras.

 

Fonte: Diário do Rio

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS