ITAITUBA

Athletico PR se empenha mas não supera River Plate e da adeus a Libertadores

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O Furacão encerrou, na noite de terça (1º), mais uma participação na CONMEBOL Libertadores. Após duas partidas muito equilibradas diante do River Plate, pelas oitavas de final, o Rubro-Negro foi eliminado com um empate em Curitiba (1×1) e uma derrota em Buenos Aires (1×0).

Apesar da eliminação precoce, o Athletico mostrou mais uma vez a força do “El Paranaense”. Em coletiva de imprensa no Estádio Libertadores de América, o diretor técnico Paulo Autuori comentou a atuação rubro-negra.

“Nós, que competimos, sempre ficamos tristes quando não alcançamos o objetivo. Sabíamos, após o sorteio, das dificuldades de enfrentar o River, uma das equipes mais competitivas da América do Sul. Mas, tivemos mais dificuldades do que podíamos esperar, com razão dos problemas que tivemos neste período”, apontou.

Os problemas citados por Paulo Autuori são em razão dos casos da COVID-19, que tiraram diversos atletas dos confrontos, incluindo vários titulares.

“As coisas se agravaram em função dos problemas causados pela COVID e que nos impossibilitaram de ter 12 jogadores envolvidos nos jogos. Só para os mais simplistas e oportunistas, isso não é levado em conta. Mas não gosto de lamentar e meu orgulho da equipe é grande”, destacou.

Entre os casos, estavam Santos e Jandrei. Diante do River Plate, Bento foi o goleiro titular athleticano e não decepcionou. Na Argentina, Lucas Halter foi outro jovem escalado por Paulo Autuori e que se destacou em campo.

“Para mim, não é novidade acreditar nos valores formados no clube. Desde que tenham qualidade e nível competitivo. Hoje, o Bento e o Halter demostraram isso. Claro que a vivencia é fundamental, mas o nível competitivo mostrado aqui nos dá garantias de que terão um futuro bastante interessante”, disse.

Agora, o Furacão se concentra no Campeonato Brasileiro. Serão ainda mais 15 rodadas até o final da competição. O próximo adversário será o Fluminense, já neste sábado (5), no Rio de Janeiro.

“Temos um grupo que nos dá garantias de ser competitivo e lutar dentro do Campeonato Brasileiro para uma possível classificação em uma competição como a Libertadores. Não é um caminho fácil, mas acredito, pelo o que mostramos contra o River. Isso nos dá alguma tranquilidade em relação ao futuro”, finalizou Paulo Autuori.

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS