ITAITUBA

Atlético GO derrota o Fluminense por 2 a 1 pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Na quarta-feira (16/12), o Fluminense foi à Goiânia, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, enfrentar o Atlético-GO, que saiu na frente com Wellington Rato, ainda na primeira etapa. No segundo tempo o jogo melhorou e o Flu buscava o empate, mas aos 42 minutos, o árbitro Rodrigo Dalonso consultou o VAR e assinalou pênalti para o time da casa, convertido pelo goleiro Jean. Ainda teve tempo para Felippe Cardoso descontar. O Flu segue no G-7 da competição.

Aos seis minutos, Danilo Barcelos cobrou escanteio, Nino escorou de cabeça para dentro da área, mas a zaga adversária cortou. Em jogo equilibrado no meio campo, o Fluminense procura quebrar as linhas do Atlético e abrir os espaços. Aos 25, Nene aproveitou um passe errado e armou o contra-ataque. Acionou o Fred na grande área, que escorou para o meio e Marcos Paulo não chegou a tempo. Aos 28, Luccas Claro pediu para sair, com dores na coxa direita. Matheus Ferraz entrou em seu lugar.

Aos 31, Fred fez o pivôi, Nene acionou Marcos Paulo na área, que rolou para o chute de Yuri, prensado na zaga. Aos 38, cruzamento pela esquerda sobrou para Dudu no lado direito, ele limpou e bateu prensado na zaga Tricolor. No lance seguinte, em saída de bola errada da defesa, Marcos Felipe salva com os pés. Aos 42, Ferrareis avançou pela direita, abriu com Marlon Freitas que cruza para Wellington Rato só escorar para abrir o placar.

Aos nove minutos, Nene passa para Fred que encontra Marcos Paulo na área que finaliza para a defesa do goleiro Jean. Na sequência Pacheco cruzou na área e Marcos Paulo não aproveitou. Aos 11, Hudson cruzou na área e para o Fred, mas o zagueiro se antecipou.

No contra-ataque adversário, Ferraz cortou cruzamento na área. Aos 14, Natanael recebeu pelo lado esquerdo mas chutou de pé direito, Marcos Felipe só acompanhou. Aos 17, Marcos Felipe fez grande defesa em chute de Wellington Rato de fora da área. Aos 22, Nene cruzou rasteiro, na cara do gol, e Hudson chegou atrasado.

Segundo tempo mais movimentado em relação à primeira etapa. Aos 36, Lucca cobrou falta e Ferraz cabeceou para defesa de Jean. Aos 40, o árbitro Rodrigo Dalonso foi ao monitor para checar lance de escanteio na área e assinalou toque de mão do meia Nene. Cobrança do goleiro Jean nas redes de Marcos Felipe. Aos 47, após cruzamento de Lucca, Felippe Cardoso descontou.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS