ITAITUBA

Cadeirante reclama por ter sido maltratada por médico no Hospital Regional de Santarém.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Decepção e tristeza. Estas foram as palavras utilizadas  por Cristina Cavalcante, de 36 anos, ao relatar a forma como foi tratada no Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém. A mulher denuncia que foi tratada de forma grosseira pelo médico que a atendeu, tendo ele destratado a sua situação. 
Cadeirante Cristina Cavalcante
Cristiane sofreu um acidente doméstico aos 20 anos de idade que a deixou paraplégica. Com o acidente, ela ficou com sequelas em uma das pernas, em que um osso está quebrado. Cristiane conseguiu dar entrada ao Tratamento Fora de Domicílio ( TFD), e com isso foi encaminhada ao Hospital Regional em Santarém, porém foi surpreendida ao ser atendida pelo médico, que além de fazer pouco caso do seu problema, a tratou-a com arrogância. Fato esse que deixou Cristiane profundamente angustiada.

Assista a matéria na íntegra:

Ela afirma que tudo que queria era que o médico fizesse a correção do osso quebrado em uma de suas pernas, pois a dor que não é sentida na perna por não ter o movimento, é sentida na cabeça. Cristiane sente fortes dores de cabeça. Muito emocionada, ela contou sobre o episódio no hospital, no momento em que achava que teria solução para suas dores, recebeu o desprezo do médico, que afirmou a ela  que não tinha solução.
A coordenadora da Ação Sorriso, Jaci de Oliveira, que vem acompanhando Cristiane desde o início, pronunciou-se sobre a questão, e com um sentimento de revolta lamentou a postura do médico, além disso se dispôs a continuar ajudando-a, principalmente no sentido de acionar o Secretário de Saúde, bem como o prefeito Valmir Climaco para que ela possa ter o tratamento devido.
Na manhã desta quarta-feira (15), a direção do Hospital Regional entrou em contato com nossa redação e enviou uma nota em esclarecimento à reclamação de Cristiane. Segue a nota enviada pela direção do Hospital Regional do Baixo Amazonas:
 
Em atenção à reportagem veiculada pelo site Plantão 24 Horas News, a direção do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) informa que a reclamação mencionada pela paciente não está de acordo aos procedimentos clínicos adotados pela unidade, que valoriza a qualidade e humanização no atendimento. 
 
A paciente mencionada na reportagem foi atendida no ambulatório de ortopedia do HRBA no dia 9/04/2020. Após ser examinada, o diagnóstico apresentado não indicou a necessidade de procedimento cirúrgico. 
 
No entanto, o hospital irá ofertar uma nova consulta clínica, com outro ortopedista, para que seja emitida uma segunda opinião sobre o caso da paciente. Além disso, o HRBA iniciou um processo administrativo para apurar as reclamações mencionadas sobre o atendimento. 
 
É importante destacar que o Hospital Regional de Santarém possui o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), que pode ser utilizado para sugestões, reclamações e elogios. O serviço funciona de segunda a quinta-feira, das 7h às 18h, e na sexta-feira de 7h às 17h, e também pelo telefone (93) 2101-0716, ou pelo e-mail [email protected]
 
Nestes 12 anos do HRBA, a unidade se consolidou como referência em atendimento na região Norte do País. Considerado um dos dez melhores hospitais públicos do Brasil, é referência no estado que pode ser atestada através da pesquisa de satisfação que em 2019 alcançou índice de 99% de aprovação dos usuários.
 
As práticas assistenciais de excelência e a qualidade do atendimento do hospital foi atestada com a certificação concedida pela Organização Nacional de Acreditação com o nível máximo de qualidade, a ONA 3 – Acreditado com Excelência.

Plantão 24horas News, com informações do repórter Pedro Filho.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

Últimas Notícias