ITAITUBA

Câmara propõe crédito especial para produção amazônica

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A criação de uma linha de financiamento específica para a Amazônia foi discutida, nesta sexta-feira (15), durante reunião dos integrantes da Câmara Técnica de Crédito Rural, na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap). Os beneficiados serão os produtores do setor extrativista da região.
Imagem: Ilustrativa 
A proposta é destinar a linha especial de crédito às atividades do extrativismo de pequeno porte desenvolvidas pelas populações tradicionais, agricultores familiares, extrativistas e ribeirinhos da Amazônia. O objetivo é fortalecer e potencializar essas comunidades, incentivando a organização dos produtores em cooperativas, para facilitar o acesso ao financiamento.
O Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf) atende, prioritariamente, as atividades de maior projeção, como cacau e açaí, que têm cadeias produtivas mais organizadas e produção destinada à exportação. Por intervenção da Câmara Técnica de Crédito Rural, o Pronaf-Floresta vai financiar famílias que atuam na extração do açaí, no Marajó.
A formatação da linha de crédito específica para a região amazônica é feita junto com o Banco da Amazônia e a proposta será analisada pelo Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS), ao qual a Câmara de Crédito Rural está vinculada. Posteriormente, a proposição será encaminhada à apreciação da Secretaria de Agricultura e Cooperativismo, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Fonte: Agência Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS