ITAITUBA

Cidadania e inclusão social são temas de debates em Seminário para gestores, em Belém

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Sec. da Seaster, Inocêncio Gasparim falou das ações do governo em favor das gestões municipais, como o apoio técnico e capacitaçõesAvaliar, monitorar, assessorar e fornecer apoio técnico para que os municípios paraenses executem a política de assistência da melhor maneira possível. Esses foram pontos abordados pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) no penúltimo painel do Seminário Novos Gestores 2021, neste sábado, em Belém.

Titular da Seaster, Inocêncio Gasparim destacou que “não se alcança o desenvolvimento integral se não houver desenvolvimento social na mesma medida, por isso, as nossas gestões devem ser voltadas ao povo. O povo paraense é prioridade”.

A Seaster cumpre o papel de agente fortalecedor das gestões municipais, por meio de apoio técnico, de capacitações, monitoramentos mensais, cofinanciamentos e assessoramentos continuados aos 144 municípios paraenses.

 O Seminário reuniu prefeitos eleitos e reeleitos para discutir as principais ações e projetos promovidos pelo Governo do Estado. O painel que discutiu a assistência social contou com representantes das secretarias estaduais de Estratégica de Articulação da Cidadania (Seac), de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e Fundação ParaPaz.

Cidadania e Inclusão Social

Representando o secretário Ricardo Balestreri, da Seac, o diretor das Usinas da Paz, coronel Marcos Lopes, destacou a importância do programa estadual Territórios Pela Paz (TerPaz) para o exercício de políticas públicas de inclusão social envolvendo segurança pública, cidadania e assistência social.

O presidente da ParáPaz, Sidney Gouvêa, também participou do painel e apresentou os projetos e programas realizados pela Fundação. Ele destacou os principais serviços oferecidos em benefício da comunidade, como o atendimento psicossocial humanizado e especializado às mulheres, crianças e adolescentes vítimas de violência no Estado.

“É extremamente importante darmos assistência para que a comunidade tenha acesso à cidadania e a tantos outros benefícios gratuitos por todo o Pará, o que é direito de cada cidadão. Queremos expandir nossos projetos de inclusão social para diversos municípios do Estado, portanto precisamos da parceria dos novos gestores para, juntos, continuarmos desempenhando um excelente trabalho”.

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS