ITAITUBA

Com curso do Senar, jovem transforma propriedade da família na Bahia

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Rhámony e seus pais Eliene e Rubson Malheiro se dedicam à produção de maracujá, uva e leite

Brasília (09/12/2020) – A decisão de participar do curso de recuperação de pastagens degradadas do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), na Bahia, transformou a vida da família do jovem Rhámony de Castro Malheiro, do município de Caetité.

“Meu objetivo sempre foi trabalhar com a pecuária leiteira e o Senar me proporcionou isso. Esse curso me deu ânimo para iniciar o trabalho de recuperação de uma área do nosso sítio, que era dedicado apenas à produção de maracujá”.

Instrutor do Senar, João Bruno, na capacitação em 2018
Instrutor do Senar, João Bruno, na capacitação em 2018

A capacitação ocorreu em setembro de 2018 como uma das ações do projeto ABC Cerrado, voltado para disseminar práticas de baixa emissão de carbono na agricultura.

O coordenador do ABC Cerrado, Mateus Tavares, destaca que as ações do projeto permanecem ativas nas propriedades rurais beneficiadas.

“Isso mostra que o processo é sustentável, pois foram implementadas melhorias com a utilização de tecnologias tornando a atividade atrativa economicamente. Além disso, permitiu a fixação dessa família no campo após decidir migrar da cidade para o meio rural”.

Para alcançar seu objetivo, o jovem Rhámony seguiu à risca as orientações do instrutor do Senar, João Bruno. A primeira providência foi realizar a análise de solo em uma área cedida por seus pais para que pudesse colocar em prática seus conhecimentos em agropecuária e o que aprendeu com o Senar.

Rhámony descobriu que precisava fazer a adubação específica para corrigir a acidez do solo e reposição de minerais antes de plantar o capim braquiária.

Área do sítio que recebeu as intervenções de recuperação de pastagem

“Os primeiros resultados foram tão bons que meus pais quiseram morar no sítio. Foi aí que separei outra área de um hectare para recuperar. Segui o mesmo método e então produzimos 600 fardos de feno de 15 quilos”.

Ao todo serão 16 piquetes na propriedade
Ao todo serão 16 piquetes na propriedade

Essa área foi transformada em piquetes e vai servir para o pastejo rotacionado do rebanho.

“Primeiro me dediquei à formação da pastagem e depois compramos seis novilhas. Em janeiro de 2021 algumas vacas vão entrar em lactação e iniciaremos a produção de leite”.

Sobre o projeto – O ABC Cerrado foi uma ação conjunta do Ministério da Agricultura em parceria com o Senar, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e Banco Mundial.

Ao todo foram recuperadas mais de 93 mil hectares de pastagens degradadas, área equivalente a 110 mil campos de futebol.

O Senar levou capacitação e assistência técnica e gerencial para 7,8 mil produtores rurais que adotaram tecnologias de baixa emissão de carbono na Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Minas Gerais, Piauí, Tocantins e no Distrito Federal.

Assessoria de Comunicação CNA

Fotos: Arquivo pessoal/Rhámony Malheiro

Telefone: (61) 2109-1419

flickr.com/photos/canaldoprodutor

cnabrasil.org.br

twitter.com/SistemaCNA

facebook.com/SistemaCNA

instagram.com/SistemaCNA

facebook.com/SENARBrasil

Fonte: CNA Brasil

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS