ITAITUBA

Com usina própria, Itaituba é autossuficiente na produção de oxigênio para atender pacientes com COVID-19

Cilindros de oxigênio. Foto: Reprodução.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Com sua própria usina, o município de Itaituba, localizado no sudoeste do Pará, hoje é autossuficiente na produção de oxigênio para atender pacientes com COVID-19.

Localizada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), a estrutura foi montada no ano de 2020 quando o município apresentou os primeiros registros de coronavírus. De lá para cá, tem-se notado a importância do investimento feito pelo governo municipal para o combate da doença.

“O prefeito foi, em um certo ponto, iluminado, pelo fato de ter feito o investimento tão necessário na questão de segurança de estar realmente preparado numa situação que pudesse vir a comprometer a vida das pessoas, que seria a falta de oxigênio. Então, a aquisição da fábrica de oxigênio foi algo que realmente fez com que o município tivesse condições de estar totalmente seguro […]”, disse Cleidson Colares, da SEMSA.

Diariamente, a usina abastece, em média, 15 cilindros de 10 metros cúbicos, o que equivale, na totalidade, 50 litros de oxigênio. A produtividade é destinada a UPA, Hospital Municipal de Itaituba (HMI), além de recipientes solicitados por pessoas da sociedade.

De acordo com Cleidson Colares, Enfermeiro, a produção é suficiente para atender toda a demanda da UPA, que atua como hospital de campanha no município de Itaituba.

“Essa produção é suficiente para suprir a demanda da UPA. Além disso, o município tem 15 cilindros de 10 metros cúbicos de oxigênio, que é a nossa reserva. Uma reserva considerada para dar a tranquilidade a todos quando se trata de oxigênio. […] até, que Deus livre, se outro município trouxer seus cilindros, nós temos condições de fornecer oxigênio…”, afirmou.

Fonte: Plantão 24horas News com informações do Repórter Márcio Vieira, da TV Tapajoara (sbt).

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS