ITAITUBA

Combate a assaltos a ônibus será intensificado com novo atendimento

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Dar celeridade a investigações e à prisão preventiva de criminosos envolvidos em assaltos a ônibus é o objetivo da nova medida anunciada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). A partir da próxima segunda-feira (27), as ocorrências relativas a roubos a coletivos na capital paraense e na área metropolitana serão centralizadas e investigadas pela Diretoria de Polícia Metropolitana (DPM), no prédio da Delegacia Geral de Polícia Civil, e na Superintendência Regional Metropolitana, ficará responsável pelas ocorrências em Ananindeua, Marituba, Santa Bárbara do Pará e Benevides.
Os usuários de ônibus e os rodoviários continuarão registrando os casos nas delegacias ou seccionais mais próximas dos locais dos crimes, mas os boletins de ocorrências serão encaminhados, imediatamente, às unidades que passam agora a atender os casos. A medida foi definida após várias reuniões entre o secretário de Segurança Pública, Jeannot Jansen, a Secretaria Adjunta de Gestão Operacional e as policias Civil e Militar com representantes dos Sindicatos dos Rodoviários de Belém e Ananindeua, que nas ocasiões solicitaram a criação de uma delegacia especifica para apurar os assaltos praticados na região metropolitana.
Segundo Jeannot Jansen, após análise da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal foi feito o mapeamento com as ocorrências de roubo a coletivos registrados na Grande Belém. Os dados apontam, na capital paraense, 626 registros de assaltos a ônibus de janeiro a maio deste ano. Em 2015, no mesmo período, foram 487 casos. Na região metropolitana, foram contabilizadas em 2015 e 2016, respectivamente, 620 e 850 ocorrências. “Concluímos que as investigações seriam apuradas com mais agilidade se as ocorrências fossem concentradas, a fim de facilitar o andamento das investigações, que ficarão sob a responsabilidade de uma equipe de delegados e investigadores em cada coordenação”, enfatizou o secretário.
A Segup intensificou ainda as ações de policiamento ostensivo nos finais de linhas dos ônibus e em trechos que os rodoviários apontaram como locais mais propensos de ocorrer assaltos. Além disso, a Polícia Militar tem montado operações com barreiras visando a abordagem direcionadas aos coletivos. As novas medidas também viabilizaram o contato direto dos rodoviários com os comandantes de cada Área Integrada de Segurança, como forma de agilizar o atendimento dos casos.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS