ITAITUBA

Começa obra de estruturação do Centro Integrado de Comando e Controle em Belém

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Um sonho antigo dos paraenses começou a ser erguido na capital. O Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), que dará mais segurança à população da região metropolitana de Belém, deixando a vida de cerca de três milhões de pessoas mais segura.

O CICC está sendo construído no espaço onde funcionava a Fundação Paraense de Radiodifusão (Funtelpa), na Avenida Almirante Barroso, em Belém. No mesmo prédio, funcionará, também, o Centro Integrado de Operações (CIOp). As mudanças na estrutura do prédio estão sendo feitas por uma empresa contratada via licitação pública. Segundo o engenheiro responsável pela obra física, Marcos Miranda, a estrutura será moderna. “Todo o telhado será refeito, a fachada do prédio ganhará um sistema de brise, que deixará o local com uma nova modernidade. Passarão pela reforma as partes de instalações hidráulicas, instalações elétricas, a parte de refrigeração. Além, é claro, da parte de combate a incêndios. Um prédio que terá as adaptações necessárias para cumprir com as necessidades do novo centro e comando.” 

O CICC é mais um compromisso de campanha e que está sendo colocado em prática pelo governador Helder Barbalho. O investimento total do governo é superior a R$ 3 milhões, valor que abrange a obra física, a aquisição de equipamentos, mobília e toda a estrutura necessária para o funcionamento. A assinatura da Ordem de Serviço que deu início à obra foi assinada no dia 28 de novembro pelo governador do Pará, Helder Barbalho e o secretário de Segurança Pública e Defesa Social estadual, Ualame Machado. Na quarta-feira (22) o secretário reafirmou o compromisso com a população paraense.

“Na prática a sociedade vai continuar acionando os serviços de urgência e emergência, tanto o 190 quanto o 193, porém estarão lá todos os órgãos interessados, desde as guardas municipais dos municípios da região metropolitana de Belém, os órgãos municipais de trânsito, os órgãos do Estado da segurança pública, todos lá, além dos órgãos federais como a PF e PRF. Para que a gente possa, independente da demanda, ter soluções conjuntas e integradas. A resposta será melhor, mais eficiente, mais rápida, tendo em vista que todos os órgãos estarão no mesmo local”, disse o titular. 

A previsão é que o centro comece a funcionar dentro de 6 meses. A integração aliada à tecnologia proporcionará maior eficácia das ações desenvolvidas pelos órgãos de segurança, de forma mais célere e com maior exatidão, como explica o titular da Segup, Ualame Machado. “Uma vez que nós estamos modernizando o sistema de rádio, falando digital por todo o Pará, além do sistema de monitoramento por câmeras com reconhecimento facial e leitor de placa, a gente também está investindo em um novo centro integrado de comando e controle onde cerca de 15 órgãos da segurança pública do Estado, órgãos federais e órgãos municipais estarão atuando de forma conjunta. As obras já iniciaram e esperamos que em 6 meses possamos inaugurar este novo centro”, finalizou o secretário.

Mais segurança – A estrutura do CICC ampliará o monitoramento por imagens na região metropolitana em 222%, aumentando o número de câmeras de 310 para 1.000, reforçando com inteligência e tecnologia o enfrentamento à violência.

Funcionamento – O Centro funcionará de forma permanente, diferente dos instalados esporadicamente, em determinados eventos que necessitam de operações específicas, a exemplo das eleições, Círio, carnaval e festas de final de ano. No CICC regional estarão presentes agentes das forças de segurança pública, como as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, além de órgãos municipais da Região Metropolitana de Belém, como as guardas municipais e agências de trânsito de Belém, Ananindeua e Marituba e outras agências, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência (SAMU). 

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS