ITAITUBA

CRISE ECONÔMICA CHEGA AO SETOR CACAUEIRO E AFETA COMPRA DE CACAU NO MUNICÍPIO DE URUARÁ

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Crise financeira afeta os compradores de cacau da região. Segundo informou os cerealistas em Uruará, ninguém está comprando mais o cacau. 



Jacy Vargas, que trabalha com cerealista, disse que tem muita produção de cacau na região, mas a crise afetou mercado. “Produziu muito na região, mas ão temos verba para pagar o produtor e com as agências financeiras fechadas (Banco do Brasil e Amazônia), a situação fica mais difícil. 

A verdade é que não temos mais como comprar o cacau”, disse.

Jonildo Fialho, também do ramo de cerealistas em Uruará, disse que as empresas que compram cacau da região superlotou. Ninguém mais quer comprar. “O prejuízo é grande. As empresas Cargill e Barry Callebaut, passa até 10 dias com os caminhões para descarregar. Eles não estão mais recebendo mais o cacau. A produção aumentou, mas ninguém compra”, disse.

Os produtores de cacau não sabem como vai fazer para vender o cacau, como é o caso do agricultor Francisco José de Araújo, que trabalha na vicinal do km 175 sul. “Está difícil para vender o cacau. Estamos esperando mais de 15 dias para poder vender às cerealistas em Uruará. Ninguém quer comprar. A situação está triste. Não estamos conseguindo vender. Não sabemos o que fazer”, disse o produtor. 

Fonte: Plantão 24horas – News

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS