ITAITUBA

De folga, PM pode usar colete

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Uma recomendação do Ministério Público do Estado do Pará (MPE), publicada na última segunda-feira (9), no Diário Oficial do Estado (DOE), prevê que os policiais militares passem a utilizar coletes mesmo quando não estiverem a serviço da corporação. O documento foi expedida por meio da 2ª Promotoria de Justiça Militar.
Responsável pela recomendação, o 2º Promotor de Justiça Militar, Armando Brasil Teixeira, apontou que a decisão foi tomada como forma de proteger os policiais. Citando um exemplo em que um policial que estava de colete reagiu a um assalto no sul do Pará e conseguiu contornar a situação com êxito, o promotor acredita que o equipamento pode auxiliar na própria defesa do indivíduo durante seu deslocamento. “Mesmo quando não estão a serviço, eles continuam sendo policiais 24 horas por dia. 
Essa recomendação é para a própria segurança deles”. O promotor sinalizou que, na prática, o uso do equipamento ficará “a critério do policial”. Ciente da decisão apenas pela publicação, o presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Pará (ACSPMBM), sargento Francisco Xavier, acredita que a medida é válida e justa. 
Diante da estatística de 22 policiais militares mortos no Pará apenas neste ano – sendo 18 mortes registradas apenas nos últimos 70 dias -, Francisco Xavier acredita que o aumento do efetivo e a melhoria das condições de trabalho dos policiais seriam medidas mais eficazes para controlar a violência não só contra os PMs, mas contra toda a sociedade.
Questionada se pretende cumprir a recomendação e se há estrutura suficiente para tal, a Polícia Militar informou, em nota, apenas que “o referido documento não foi recebido até a presente data na Corregedoria Geral da PMPA”.
(Cintia Magno/Diário do Pará)

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS