ITAITUBA

Decreto municipal estabelece reabertura do comércio não essencial, em Altamira

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Foi divulgado no início da tarde desta terça-feira (21), o decreto municipal nº 1384/2020 que estabelece a reabertura do comércio em Altamira.
Comércio de Altamira. Foto: Xingu230


“Visando o restabelecimento econômico responsável, seguro e gradual das atividades sociais e econômicas no município de Altamira, em regime de cooperação com Estado do Pará, definido segundo a capacidade de resposta do Sistema de Saúde, níveis de transmissão da Covid-19 e o cumprimento das determinações e protocolos estabelecidos” alega o documento.

Os serviços não essenciais listados abaixo, fica autorizado de segunda a sexta-feira, exceto as igrejas que tem seu funcionamento permitido todos os dias, com limite de 30% de sua capacidade.

I – Comércio atacadista e varejista, as 08h às 15h;
II – Escritórios Administrativos e imobiliários, das 08h às 15h;
III – Salão de beleza, barbearia e afins, das 08h às 20h, apenas com hora marcada.
IV – Construção Civil, das 07h às 17h;
V – Indústria, das 07h às 17h;
VI – Shopping Centers, exceto cinemas, das 12h às 20h;
VII – Concessionárias, das 08h às 15h;
VIII – Igreja;
IX – Academias, centro de treinamento e afins, das 06h às 21h;
O serviço de Delivery relativo ás atividades essenciais está autorizado a funcionar sem restrição de horário.

Restaurantes, lanchonetes, sorveterias, distribuidoras de bebidas e similares – 

Caso tenham estrutura e logística adequadas poderão efetuar serviço de delivery e disponibilizar a retirada no local de alimentos prontos e embalados para consumo fora do estabelecimento, desde que adotados os Protocolos Gerais e Específicos do Decreto Estadual nº 800/2020 e este decreto municipal.

Proibição

Art. 4º Continua proibido a circulação e permanência de pessoas nas praias, igarapés, balneários, praças, parques, quadras poliesportivas, e qualquer outro bem público de uso coletivo.

Art. 5º Eventos, reuniões, manifestações, passeatas/carreatas, de qualquer natureza, com a presença de mais de 10 pessoas estão proibidos.

Art. 6º Fica suspenso o transporte coletivo intermunicipal de passageiros para entrada no município.

Multas 

A multa diária para pessoas jurídicas pode chegar até R$ 50.000,00 mil, e multa diária de até R$ 150,00 para pessoas físicas, MEI. Todos os casos podem ser duplicados a cada reincidência.

Ainda segundo o decreto, a autorização de abertura das atividades não essenciais não previstas serão definidas posteriormente, segundo a capacidade de resposta do sistema de saúde, níveis de transmissão da covid-19 e o cumprimento das determinações e protocolos estabelecidos no decreto.

Plantão 24horas News, com informações de Gabriel Nascimento

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo