ITAITUBA

Detran registra, em junho, quase 300 multas por excesso de velocidade na BR-316

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Os radares portáteis utilizados pelos agentes de fiscalização do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) flagraram, no mês de junho, 1.972 veículos que excederam o limite de velocidade na rodovia BR-316. Desse total, 290 capturas foram convertidas em multas por infringir o artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) – configura-se como infração transitar na via com velocidade superior à máxima permitida. 

Agentes do Detran usam dispositivo móvel de aferição de velocidade, entre o Km 1 e 18 da rodovia BR-316

No início do mês de junho, o Detran adotou o uso de três dispositivos móveis de aferição de velocidade, manuseados por agentes do órgão para monitorar a extensão da rodovia pela qual está responsável – que compreende o trecho entre o Km 1 e 18 – e garantir mais segurança viária no trecho. 
Os radares capturam a imagem do veículo e garantem mais precisão na autuação, uma vez que conseguem registrar a placa e identificar a velocidade que o automóvel percorreu o trecho. O aparelho pode monitorar até 30 carros por minuto.
“O dispositivo é utilizado em pontos nos quais a ocorrência de acidentes é alta, para minimizar o excesso de velocidade dos veículos que passam pelo trecho” – Ivan Feitosa, coordenador de Operações do Detran. 
O excesso de velocidade está entre os seis principais fatores de risco nas rodovias, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). O objetivo da fiscalização é coibir a referida infração, considerada determinante para a incidência de acidentes de trânsito. 
Além das multas, penalidade por excesso de velocidade pode acarretar na apreensão da Carteira Nacional de Habilitação

Penalidades – A infração por excesso de velocidade em até 20% acima do limite é considerada média e gera multa no valor de R$ 130,16, bem como adiciona quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do condutor. 
Exceder a velocidade em mais de 20% e até 50% acima do limite é infração grave, além de cinco pontos na CNH e multa de R$ 195,23. 
Quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50% é considerado infração gravíssima, aplicação de multa, que é multiplicada por três – no valor de R$880,41, suspensão imediata do direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.
Agência Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo