ITAITUBA

Dois sobreviventes de grave acidente na Transcametá, no PA, recebem alta

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Nesta segunda-feira (27), receberam alta médica do Hospital Regional de Tucuruí os dois sobreviventes do acidente envolvendo um caminhão no domingo (26), na BR-422, conhecida como Transcametá, na região sudeste do estado, e que vitimou seis mulheres da mesma família, entre elas, duas crianças. A direção do hospital informou que o quadro do bebê de 8 meses é estável.

A criança entrou com suspeita de traumatismo craniano, com escoriações e contusões. Ela foi avaliada pela equipe médica (clínico, neurologista e ortopedista) e, após exames, ficou em observação por 12 horas. O bebê foi liberado após confirmação de que não houve fraturas ou complicações neurológicas.
Já o motorista Rodrigo Sousa estava com suspeita de fratura no braço direito. Ele foi medicado, avaliado pelo ortopedista e, após exames, não foi confirmada fratura e nem outra complicação. Rodrigo já foi ouvido pela equipe da Polícia Civil e responderá por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Segundo as investigações, à altura do Km 50 da rodovia, o veículo perdeu a direção e tombou logo em seguida, ao bater em um barranco.
As demais vítimas não resistiram ao acidente e morreram na hora. Elas foram identificadas como Maria Sueli Souza Alves, 37 anos; Ana Maria Lopes, 40 anos, Ana Paula Alves Mendes, 20, e Elizângela Souza Mendes, 29, além de duas crianças, Wemily Riana Mendes Alves, 3, e Érica Vitória Mendes, 12. Ainda na madrugada desta segunda-feira, 27, após todos os procedimentos necroscópicos, os corpos foram liberados aos familiares pelo Instituto Médico Legal para os demais trâmites e rito funerário. Os corpos estão sendo velados em três municípios: Concórdia do Pará, Tucuruí e Cametá.
Fonte: G1-Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS