ITAITUBA

Em 2021, SENAR Rio iniciará nova modalidade do Programa de Monitoria de Qualidade do Leite – IN 76 e 77

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O Programa de Monitoria de Qualidade do Leite – IN 76 e 77 do SENAR Rio em parceria com os Sindicatos Rurais começará em 2021 com uma nova modalidade, o controle da mastite para redução da CCS.

CCS –  Contagem de Células Somáticas. Ferramenta de indicação da saúde da glândula mamária de vacas leiteiras. São células de defesa e células epiteliais mamárias.

Segundo a médica veterinária Carolina Castello Branco, instrutora do SENAR Rio, a mastite é a doença mais comum em vacas leiteiras, determinando perdas econômicas na redução da produção de leite, gerando gastos com medicamentos e assistência técnica e no descarte do leite.

Nesta nova etapa do Programa Monitoria de Qualidade do Leite IN 76 e 77, o SENAR Rio vai atuar diretamente nas propriedades com alto índice de CCS, com uma equipe de médicos veterinários especializada em tratamento de mastite, será um acompanhamento de 04 visitas iniciando com um diagnóstico da situação e mais 03 etapas de controle. As visitas serão distribuídas em até 05 meses com intervalos de 30, 90 e 150 dias do início do trabalho com o diagnóstico da situação.

O produtor que desejar participar, deve procurar o Sindicato Rural da sua região ou a empresa que fornece leite. O Programa é totalmente gratuito e é oferecido pelo Sistema FAERJ/SENAR/Sindicatos Rurais.

Acesse ao vídeo Controle de Mastite para Redução de CCS e muitos outros através das mídias sociais do SENAR Rio.

Facebook | Instagram | Linkedin | YouTube

Fonte: CNA Brasil

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS