ITAITUBA

Em ano desafiador, Hospital Regional do Sudeste do Pará aumenta atendimentos em 62%

Imagem ilustrativa. Foto: HRSP.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), gerenciado pela Pró-Saúde em Marabá (PA), registrou um aumento de 62% de produção em 2020, quando foram realizados mais de 367 mil atendimentos. No ano anterior, foram 226 mil.

Desenvolvendo um papel fundamental no atendimento de casos graves da Covid-19, e referência para 22 municípios da região, o HRSP conta com 25 leitos exclusivos para atendimento de casos da doença – 20 leitos de UTI Adulto, um de UTI Pediátrica e quatro de enfermaria. Desde o início da pandemia, a unidade já prestou assistência para mais de 300 pacientes com o novo coronavírus.

Em um ano extremamente desafiador para serviços de saúde em todo o mundo, outro destaque do Hospital Regional do Sudeste do Pará foi a consolidação do Centro de Hemodiálise da unidade, que tem capacidade para realizar em média 1,5 mil sessões de diálise por mês. O serviço, inaugurado no final de 2019, seguiu em pleno funcionamento mesmo durante a pandemia.

“Ao longo de 2020, tivemos ainda uma intensificação das visitas multiprofissionais, que visam proporcionar ao nosso paciente um atendimento mais amplo e humanizado. A integração de diversas áreas da assistência é essencial para melhorar a efetividade e aprimorar o serviço prestado”, ressalta Valdemir Girato, diretor Hospitalar do HRSP.

Pandemia

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a unidade ampliou em 52% seus leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI), passando de 38 para 58 leitos. Este reforço na estrutura de atendimento foi essencial para garantir a oferta de vagas durante os picos de casos da doença.

“Criamos uma ala exclusiva de UTI para atender os pacientes graves da Covid-19, ampliamos o número de leitos, adaptamos nossas instalações e criamos fluxos de atendimentos assistenciais e clínicos. Enfrentamos uma série de desafios e a expertise de gestão de uma entidade como a Pró-Saúde, com mais de 50 anos de história, foi essencial para mantermos um atendimento com qualidade, segurança e humanização a todos os doentes que nos foram encaminhados”, ressalta o diretor.

A unidade, que pertence ao Governo do Estado do Pará e presta atendimento 100% gratuito via Sistema Único de Saúde (SUS), implantou ainda um Comitê de Gerenciamento do Coronavírus (Covid-19), com o objetivo de desenvolver medidas preventivas no combate à doença.

Atendimentos

Em 2020 o HRSP realizou um total de 367 mil atendimentos, sendo 2.479 internações, 21.762 atendimentos ambulatoriais em diversas especialidades, 5.207 atendimentos de urgência e emergência, 189.838 mil exames e 1.537 cirurgias e 146 mil atendimentos multiprofissionais.

Vale ressaltar também o índice de aprovação junto aos pacientes e familiares, que no ano passado, foi de em média 97% de satisfação, ressaltando a excelência dos trabalhos prestados pela instituição na região.

“O ano de 2020 desafiador, pois tivemos que nos adaptar a uma nova doença. Conseguimos enfrentar todas as dificuldades sem deixar de oferecer um serviço de ponta aos nossos usuários, o que reflete diretamente nos elevados índices de satisfação”, ressalta Wesleana Coelho, coordenadora do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) do HRSP .

Hemodiálise

No último ano, outra importante conquista para população foi a consolidação dos atendimentos do Centro de Hemodiálise na unidade, que é referência regional. O serviço, moderno e bem equipado, conta com sala de diálise, salas de observação, consultórios ambulatoriais e sala de diálise peritoneal.

No total, são 20 máquinas com capacidade de atender até 120 pacientes por mês, produzindo uma média mensal de 1.500 sessões. “O centro de hemodiálise foi uma grande vitória para os pacientes que necessitam do serviço na região e, em 2020 , nosso serviço se estabeleceu como um dos mais importantes da região Sudeste do Estado”, ressaltou Valdemir.

Reconhecimento

O HRSP conquistou, ao longo de 2020, reconhecimentos importantes pelos projetos desenvolvidos. A unidade recebeu placas de menção honrosa do projeto “Hospitais Saudáveis”, em São Paulo, pelas boas práticas sustentáveis com os projetos “Ecolaborador”, “Reuse” e “Sustentar”.

A instituição também foi destaque durante a sessão virtual da 7ª edição da Sessão de Aprendizagem Presencial (SAP), que faz parte do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS), do Ministério da Saúde. Na ocasião, o hospital apresentou cases de sucesso voltados para a segurança do paciente.

Além disso, pelo quinto ano consecutivo, o hospital conquistou a renovação do selo “Green Kitchen” (em português, Cozinha Verde), importante reconhecimento concedido anualmente pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Meio Ambiente (Fupam), voltado para o aprimoramento do padrão de qualidade de restaurantes, com foco na sustentabilidade.

Humanização

Mesmo com o distanciamento social imposto pelo novo coronavírus, o serviço de voluntariado do HRSP se manteve atuante, com a realização de atividades remotas nas áreas de interação musical, risoterapia, embelezamento, assistência religiosa, dentre outras, que levaram solidariedade e conforto aos pacientes.

Ao longo do ano passado, foram realizadas mais de 200 ações de humanização na unidade e instituições parceiras, como o Lar de idosos São Vicente de Paula, que recebeu a visita de profissionais do hospital para ações de serviço a saúde e assistenciais, seguindo todas as orientações de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus.

Fonte: Ascom HRSP.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS