ITAITUBA

Em áudio, Valmir volta a chamar a atenção da população quanto à prevenção da COVID-19

Prefeito de Itaituba, Valmir Climaco. Foto: Reprodução.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Por meio de um áudio, compartilhado nas redes sociais, na noite da última sexta-feira (15), o Prefeito de Itaituba, Valmir Climaco, voltou a chamar a atenção da população para as medidas de contenção do coronavírus no município.

Tudo partiu após Valmir tomar conhecimento de que a orla do município estava com um grande número de pessoas, inclusive crianças e jovens, sem fazer o uso de máscara.

“Eu estou aqui dando uma volta na orla, nos restaurantes. Está cheio de gente na orla. Não tem uma pessoa usando máscara. Restaurante tudo lotados, todo mundo bebendo. Eu quero fazer uma pergunta para a população: agora, para você ficar em casa é obrigado eu botar a polícia nos bares, nas ruas?… Cada um tem que se cuidar… Agora, aqui, na beira do rio uma multidão de gente: criança, jovem, garoto… tudo! Para a escola não pode ir… Os pais deveriam ter vergonha de um dia que nem hoje ficar em casa com a família, botar o filho para ler um livro, mas tão tudo no meio da rua […] ”, disse.

O prefeito destaca que os pais defendem que seus filhos não devem ir para a escola em meio à pandemia; no entanto, levam-nos para passear pelas ruas, correndo risco de serem contaminados pelo vírus.

“… As crianças não podem ir para a escola, mas tá cheio de garoto aqui na orla. Os pais andando com os filhos . Na hora que eu decretar que tem que ir para a sala de aula, vão reclamar. Agora, na orla pode andar todo mundo sem máscara e sem nada. Vocês estão vendo o que está acontecendo em Manaus? Você viu hoje as pessoas na fila para comprar garrafa de oxigênio, porque tão morrendo sem oxigênio? Vocês não pensaram em cada um de vocês atrás de um parente morrendo em casa?, pontuou.

Além disso, reitera que, em Itaituba, o cenário da doença começa a dar sinais críticos, uma vez que os leitos de UTIs estão lotados, e a capacidade hospitalar do município caminha para o limite de ocupação.

“… Os hospitais tudo lotados! A UPA tá lotada aqui em Itaituba! O Hospital Regional tá lotado! Vocês viram a quantidade de gente? Ontem mesmo morreu um gari da prefeitura. […] várias gentes estão doentes… Vocês vão esperar acontecer o que está acontecendo em Manaus para ficar em casa? Vocês têm que analisar, porque acabou a paciência! Se as pessoas não ficarem em casa e se deixarem de ir para os bares…

Por fim, afirma que não planeja decretar lockdown no município, mas pede que as pessoas tomem consciência e levem a situação a sério.

“… Olha! Não vou decretar para fechar nada! Já disse faz dias! Mas vocês têm que ter consciência! É multidão de gente sem nenhuma máscara! Eu vim do Sul, e a polícia é no meio da rua! Todo mundo tem consciência! Vocês podem esperar que o que está acontecendo em vai acontecer aqui. Por enquanto, nós estamos tendo oxigênio. Por enquanto, temos um pouco de estrutura. Se aumentar 20%, vai morrer muita gente e, depois, não me venha culpar, porque que não decretei isso”, finalizou.

Boletim Epidemiológico da COVID-19 em Itaituba

O boletim divulgado pela Secretaria de Saúde (SEMSA), às 10h de ontem, sexta-feira, 15/01, aponta que no município de Itaituba há:

– 7.306 casos confirmados;

– 125 óbitos;

– 9.550 descartados;

– 2.486 casos suspeitos;

– 6.394 recuperados.

 

Fonte: Plantão 24horas News.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo