ITAITUBA

Escolas Boa Fé, Maria do Socorro e Frei Ambrósio vencem 11º Festival de Bandas e Fanfarras

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


As vencedoras do 11º Festival de Bandas Fanfarras de Santarém, oeste do Pará, foram conhecidas no início da noite deste sábado (9). A apuração das notas foi realizada na Escola de Artes Escola de Artes Professor Emir Hermes Bemerguy. Representantes das escolas acompanharam a contagem de cada ponto.

O troféu mais cobiçado foi o da categoria banda marcial, que este ano foi para a escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Frei Ambrósio, vencendo com 347,3 pontos. Já na categoria fanfarra com melodia a vencedora foi a escola Maria Socorro Jacob, de Itaituba, com 319,1 pontos. A escola que levou o título no grupo de fanfarra simples foi a Boa Fé, do Lago Grande, com 291,5 pontos.
A dificuldade não é só para as escolas na avenida. Uma das juradas foi a professora de educação física Gleicimara Alvarenga, que explica que as bandas marciais têm maior grau de complexidade. “Nessa categoria têm muitos instrumentos de sopro, de difícil locomoção, e o som ainda tem que sair com perfeição mesmo com os movimentos executados”, disse.

As apresentações:

As apresentações iniciaram na quarta-feira (6), onde oito escolas apresentaram diversas temáticas na categoria de fanfarra simples. Já na quinta-feira (7), foi a vez das fanfarras com melodia, que têm mais instrumentos musicais. Na sexta-feira (8), as oito bandas marciais levaram o público das arquibancadas ao delírio com coreografias, figurinos e músicas populares.

A premiação:

Para o primeiro lugar de cada categoria a premiação é de 4 mil reais, em créditos, para aquisição de novos instrumentos. Para o segundo e o terceiro lugar o valor do credito é de 3 e 2 mil reais, respectivamente.

A apuração:

No aspecto marcial os quesitos avaliados foram marcha, garbo, alinhamento e uniforme. No aspecto coreográfico foram avaliados a expressão, o sincronismo e a criatividade. Já no aspecto musical, entre os quesitos avaliados, estavam afinação, harmonia, regente e ritmo.

Houve punições nas categorias fanfarras simples e banda marcial, anunciadas no final da apuração. Música alta na dispersão, procedimentos fora do prazo e extrapolar a duração de apresentação foram algumas situações que fizeram algumas escolas perderem pontos.

As vencedoras:

A escola vencedora da categoria fanfarra simples, Boa Fé, do Lago Grande, levou para a avenida o tema “Nos embalos do ritmo do Pará”. Ainda nova na competição, a escola participou do concurso pela primeira vez em 2016, conquistando o segundo lugar.

A Escola Maria do Socorro, de Itaituba, que venceu a categoria fanfarra com melodia, teve 70 integrantes levando sucessos do carimbo para a avenida com o tema “De Verequete a chico malta no ritmo do carimbatuque ao Sairé”. A música “Ai, menina” de Liah Sofia estava no repertório. É a segunda vez que a escola participou do concurso. Em 2016 conquistou o título de terceiro lugar.

O prêmio mais cobiçado da competição, o da categoria banda marcial, foi para a escola Frei Ambrósio, que venceu com o tema “Noite mexicana: compositores e intérpretes imortais”. Uma das músicas que entraram no repertório foi “Sociedade alternativa” de Raul Seixas. A escola já conquistou nove títulos em anos anteriores, mas como banda marcial é a primeira vez.

Fonte: G1 Santarém 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS