ITAITUBA

Estado e União viabilizam construção da sede do Centro de Controle em Salinópolis

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) assinaram nesta quarta-feira (23) o termo de autorização prévia para a construção da sede do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) de Salinópolis, município do nordeste paraense. O Centro funciona durante operações realizadas no período de férias escolares e feriados prolongados, como as festas de final de ano, em uma barraca montada na praia.

Com um espaço fixo, servidores da área de segurança pública terão instalações apropriadas para o planejamento e execução das ações. O projeto da sede, em forma de pentágono, valoriza um modelo arquitetônico moderno e 100% sustentável. O Centro será construído com madeira doada de apreensões ambientais, terá energia solar e eólica, captação de água da chuva, fossa ecológica com biodigestor e utilização de materiais reaproveitados.

O espaço será construído próximo ao local onde o Centro funciona atualmente, na Praia do Atalaia, perto do “atalho da Sofia”. A sede terá no térreo uma área de 745,05 m² e no pavimento superior, 1.044,26 m². A estrutura contará com recepção, salas para cada órgão do sistema de segurança pública, sala de monitoramento, almoxarifado, auditório, alojamentos, copa e espaço de convivência.

“Foi muito importante a autorização recebida hoje na SPU, pois o CICC de Salinópolis, com localização estratégica no Atalaia, será um grande avanço para as pessoas que frequentam a praia, seja para turismo ou para atividade laboral, proporcionando maior e melhor proteção e atendimento aos frequentadores, e melhores condições estruturais e funcionais para os agentes de segurança pública”, informou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social em exercício, André Costa, acrescentando que “a parceria público-privada possibilitará a construção do pentágono, da mesma maneira que, através dos acordos de cooperação técnica com órgãos ambientais, conseguirá a viabilização de madeiras para a construção do prédio, de forma que não haverá nenhum custo para o Estado na construção do CIIC de Salinópolis”.

Fonte: Governo PA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo