ITAITUBA

Febre Amarela: Em Altamira não há registros de casos confirmados da doença há mais de 10 anos

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Apesar dos casos de febre amarela na região Sudeste do Brasil ligar o alerta dos brasileiros, Altamira sem mantém sem nenhum registro de casos confirmados de Febre Amarela há mais de 10 anos. Mas mesmo diante dos dados positivos, a secretaria de saúde de Altamira, tem reforçado junto à população a importância da vacinação contra a doença para quem ainda não foi vacinado.


De acordo com o Enfermeiro Ney Carvalho, Coordenador Municipal de Saúde, a imunização é a principal forma de prevenção e está disponível o ano todo em todas as unidades de saúde do município.

A Febre Amarela é uma doença infecciosa grave, causada por vírus e é transmitida por vetores. Geralmente, quem contrai este vírus não chega a apresentar sintomas ou os mesmos são muito fracos. As primeiras manifestações da doença são repentinas: Febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. No Estado do Pará, no ano de 2017 foram registradas 338 episotias, morte de primatas, mas no município felizmente nenhum resultado foi positivo para o vírus da Febre Amarela.
Cerca de 2.500 à 5.000 mil doses da vacina dependendo da demanda do mês,são disponibilizadas para atender zona urbana e rural, as vacinas fazem parte da rotina das unidades de saúde do município.
Por: Suene Oliver | Xingu230

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS