ITAITUBA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Incêndio florestal é todo fogo sem controle que incide sobre qualquer forma de vegetação, podendo ser provocado pelo homem (negligência ou imperícia), ou por causa natural (como descarga elétrica ou raio). Clima seco em que a umidade do ar não ultrapasse 20% influencia bastante para a incidência desse tipo de ocorrências. 
No período de estiagem aumenta consideravelmente o número de ocorrências de fogo em vegetação no município de Itaituba. Em 2015 foi registrado nos meses de agosto, setembro e outubro número recorde de ocorrências dessa natureza, totalizando 142 atendidas por este Grupamento.


 Considerando o aumento de ocorrências dessa magnitude, o Governo Federal com recursos BNDES e através do “Fundo Amazônia”, criou alguns polos no sentido de prevenir e combater as ocorrências nesse sentido. Onde no 7º GBM ficou implantado um polo e para isso foi contemplado com 02 (duas) Viaturas de combate incêndio florestal (ABTF-04 e AFR-13), além de especializar militares para trabalhar nessa área.

Desta forma, o Corpo de Bombeiros orienta a população em geral a não realizar o emprego do fogo como técnica para queimada de lixo doméstico ou vegetação, principalmente dentro do perímetro urbano, em que coloque em risco vidas ou bens materiais.


Provocar incêndio em mata ou floresta é crime ambiental, previsto no Art. 41 da Lei 12. 651/12 (Lei de Crimes Ambientais), com Pena de reclusão de 2 a 4 anos, assim como causar incêndio expondo a vida, integridade física ou patrimônio de outro a perigo sujeita o infrator a reclusão de 3 a 6 anos (Art. 250 do Código Penal). Portanto a prática de uso de fogo na vegetação é autorizada apenas em locais ou regiões peculiares de práticas agropastoris ou florestais, mas somente com autorização do órgão ambiental competente que irá repassar todas as orientações de segurança devidas.  


Fonte: 5ºSeção/7º GBM

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo