ITAITUBA

Gerente Regional da ADEPARÁ fala sobre datas de vacinação e notificação, em Itaituba

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A vacinação dos rebanhos bovinos e bubalinos contra febre aftosa é um ato que demonstra o comprometimento dos produtores com a saúde dos animais e também com a dos humanos. Durante o ano, a Agência de Defesa Agropecuária do Pará promove em dois momentos a campanha, que convoca os produtores a imunizarem o rebanho. 
De acordo com o Gerente Regional do ADEPARÁ, Adones Facione, pelo fato deste ano ser um ano atípico, houve uma prorrogação da vacinação e da notificação. Dessa forma, a vacinação vai até 15 de junho, e a notificação até 15 de julho.
As vacinas habitualmente são adquiridas no mês de maio; porém este ano, em razão da pandemia, os produtores terão até o dia 15 de junho para comprarem as vacinas e aplicarem no rebanho. Mesmo tendo a possibilidade de confirmar a imunização do rebanho via internet, muitos preferem comparecer a sede da ADEPARÁ. 
O Gerente do ADEPARÁ reforça a importância que cada produtor tem em assumir suas responsabilidades, para que o estado mantenha seus índices vacinais. De acordo com gerente, atualmente Itaituba tem em média de 340 mil cabeças de gado, enquanto que no território do tapajós, que envolve os municípios de Jacareacanga, Rurópolis, Trairão, Aveiro e Itaituba, são um total de 640 mil cabeças de gado que devem ser imunizadas nesse ano.
O atendimento na sede da Agência de Defesa Agropecuária do Estado está sendo de forma diferenciada, onde os produtores permanecem na área externa. É formada uma fila na área externa para evitar aglomeração na área interna. Além disso, são entregues aos clientes e aos funcionários materiais de higienização, como Álcool e máscara.
Plantão 24horas News, com informações do repórter Márcio Vieira

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS