ITAITUBA

Golpes utilizando Wathsapp prometem CNH grátis e FGTS retroativo.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Considerando que o WhatsApp é um dos aplicativos de conversa mais usados do mundo, é de se esperar que existam pessoas tentando se aproveitar disso para enganar os outros. Na verdade, é extremamente comum se deparar com diversos golpes realizados no aplicativo e há boas chances de você já ter recebido um em certo momento. Infelizmente, nem todos são tão óbvios para os usuários e é preciso ter bastante atenção e cautela para não acabar caindo nessas armadilhas. Para te ajudar, preparamos uma lista detalhada com os principais golpes praticados no WhatsApp e maneiras de reconhecer e evitá-los. Confira:

Mais recentes golpes prometem dinheiro de FGTS retroativo e CNH grátis.


As vítimas recebem o texto a partir de pessoas conhecidas ou em grupos do WhatsApp. A mensagem alega que as pessoas que trabalharam com carteira assinada entre 1998 e 2016 podem receber até dois salários mínimos, por meio da Caixa Econômica Federal. A armadilha usa mensagem para atrair trabalhadores que ainda possuem dúvidas sobre o saque de contas inativas do FGTS.

Ou ainda se apresenta como sendo representante do Detran (Departamento Estadual do Trânsito) e do governo do Estado da Paraíba, anunciado 38.920 oportunidades para pessoas de todo o país terem a sua primeira habilitação gratuita, se referindo ao programa ‘’#CNH Social’’ do governo federal, que possibilitará o inscrito o direito de possuir uma CNH nas categorias A e B de forma totalmente grátis.

Os golpistas por trás do esquema utilizam links para fazer as pessoas espalharem o vírus para seus contatos e grupos, pedindo que fosse compartilhado para cinco pessoas para que o cadastro fosse efetivado e a vítima tivesse o direito da primeira CNH grátis ou ao benefício social retroativo.

O golpe tem a capacidade de copiar dados pessoais do indivíduo que segue os procedimentos descritos no golpe. Diante disso, a dica é que ao receber essa mensagem, o usuário deve apagá-la sem ao menos clicar no link.

Até o momento sem tem registros que mais de 100 mil pessoas teriam caído no golpe, inclusive, participando das páginas criada pelos golpistas para atrair as vítimas. O sistema induz as pessoas a sempre estarem compartilhando o referido link em seu aplicativo para que mais pessoas sejam alcançadas.

Fique atento.

Portal do Oeste.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo