ITAITUBA

Homem é assassinado com requintes de crueldade e tem corpo jogado no rio, em Jacareacanga (Atenção! Relatos fortes).

Adão do Porto Rico (Vitima). Foto: Reprodução/ Blog do Júnior Ribeiro.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Um crime com requente de crueldade foi registrado no município de Jacareacanga, sudoeste do estado, mais precisamente na Comunidade de São José, e chocou os moradores. Segundo informações, o crime teria acontecido na terça feira (09), tendo como vítima o senhor “Adão do Porto Rico”, que foi assassinado de forma covarde e brutal com dois tiros na cabeça. Em seguida o assassino ou assassinos, de forma fria e cruel, com uma faca abriram a barriga da vítima, coloram várias pedras dentro, amarraram, ainda amarraram um pedaço de ferro no pescoço do cadáver e jogaram no Rio Pacu.

Desde quando desapareceu, familiares e amigos estavam à procura de “Adão do Porto Rico”. Neste domingo (14), uma pessoa procurou a Policia Militar, relatando que tinha visto um corpo em uma determinada parte do Rio Pacu. Militares de São José acompanhados do presidente da comunidade foram até ao local citado e confirmaram a informação. Lá, descobriram que o corpo era do senhor “Adão do Porto Rico”. Mesmo contudo que fizeram, o corpo emergiu, estava de bruço e em avançado estado de putrefação, além de ter sido comido por peixes.

Após a remoção do corpo, os militares começaram um trabalho de colher informações sobre quem teria matado “Adão do Porto Rico” e conseguiram chegar a três pessoas (dois homens e uma mulher), todos suspeitos de participação direta no crime de homicídio e ocultação de cadáver. Os policiais ainda apreenderam facões e uma espingarda, armas que teriam sido usadas no crime. Os três foram apresentados na UIPP de Jacareacanga, onde serão ouvidos.

Fonte: Blog do Júnior Ribeiro, com informações de Valdo Monteiro.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo