ITAITUBA

Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba, é oficialmente inaugurado

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O Hospital Regional do Tapajós (HRT) Teófilo Olegário Furtado, em Itaituba, foi oficialmente inaugurado na tarde desta quinta-feira (09), com a presença do governador do Estado do Pará, Helder Barbalho, prefeito municipal, deputados, vereadores, e outras lideranças políticas.

Projetado para ofertar atendimentos de alta complexidade a cerca de 250 mil pessoas da região de saúde do Tapajós, a saber os municípios, Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga, Aveiro e Rurópolis, a unidade funcionará inicialmente como referência para atendimento de pacientes confirmados ou com suspeita de Covid-19.

Inauguração teve a presença do governador Helder Barbalho. Foto: Weslen Reis/Plantão
“Tenho a felicidade de estar aqui entregando esse hospital. Nós vamos continuar trabalhando para fazer com que o estado do Pará possa ser o melhor de se viver”, disse o governador na cerimônia de inauguração, o qual relatou sobre os trabalhos de enfrentamento à Covid-19 realizados em todo o Pará.
Em entrevista, Helder Barbalho, perguntado sobre o tempo que levará para o funcionamento do hospital em sua totalidade, ele disse que o hospital regional tem o perfil para atendimento geral, contudo, devido o momento pandêmico, os atendimentos iniciais serão destinados à pessoas positivadas ao covid, inclusive ressaltou que três pacientes internados na UPA de Itaituba serão imediatamente transferidos para lá.

Interior do hospital regional do Tapajós. Foto: Weslen Reis/Plantão

Com a entrega, que chamou de ‘resgate de um sonho da população da região do Tapajós’, Helder acrescentou que o atendimento na região será descentralizado, tendo em vista que em situações graves, os pacientes eram encaminhados ao hospital regional de Santarém. 

Governador Hélder Barbalho. Foto: Weslen Reis/Plantão


“A partir de agora nós estamos dividindo a estrutura priorizando a especialidade geral para já atender a população imediatamente, mas também temos que ter uma reserva de UTI e de leito clínico para pacientes de covid”.

Foto: Weslen Reis/Plantão
O governador frisou ainda que os serviços que envolvem 133 leitos, sendo 25 leitos de UTI, foram abertos e já estão funcionando e à disposição da população. Quanto a despesas mensais, Helder acrescentou que mensalmente os custos para manutenção do hospital, deve girar em torno de 10 milhões de reais. 
Por fim, Helder fez uma singela homenagem aos profissionais de saúde que hão de trabalhar para salvar vidas no hospital regional. “Eles salvarão vidas pra que aqueles que aqui procurem os serviços, possam ser atendidos com qualidade, dignidade e com respeito”.

Foto: Weslen Reis/Plantão


Por outro lado, o prefeito Valmir Climaco, em entrevista, disse que o desejo do governo e da prefeitura, é que a curto prazo o hospital oferte atendimento de saúde pública em todas as especialidades. Em relação ao funcionamento de 100% da unidade, tanto cobrado pela população, Valmir disse a curto prazo a unidade vai ser posta em funcionamento de forma integral, e lembrou sobre o o hospital regional de Santarém. 

Foto: Weslen Reis/Plantão


“O hospital de santarém quando foi inaugurado, passou 6 meses para funcionar todo. Todos nós sabemos. A empresa também estar adequando os equipamentos que são modernos. Muita gente não podia vim instalar os equipamentos por causa do corona, mas a curto prazo tenho certeza que ele vai funcionar 100%”, destacou.

Protesto

Mesmo com vários protestos realizados por populares nas últimas semanas, com o intuito de reivindicar a inauguração imediata e o funcionamento de 100% da capacidade do hospital, a unidade não foi entregue em sua totalidade, o que vai contra o desejo da população.

Protesto realizado nesta manhã em frente ao hospital regional. Foto: Weslen Reis/Plantão.

No transcorrer do ato de inauguração, dezenas de pessoas realizaram o ato de panelaço em frente ao hospital regional. O objetivo consistiu em demonstrar a insatisfação com o governo, o qual realizou a entrega por incompleto da unidade, cerca de 30%.

Estrutura, atendimentos e capacidade do HRT

Com a pandemia estabilizada, o hospital oferecerá serviços de urgência e emergência de natureza clínica e cirúrgica nas áreas de Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Clínica Pediátrica e Clínica Obstétrica.

Com uma área construída de 16.290 metros quadrados, a unidade de saúde conta com 164 leitos. O HRT terá capacidade para atender cerca de 250 mil pessoas de Itaituba e outros cinco municípios da região de saúde do Tapajós, como Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga, Aveiro e Rurópolis.

A nova instituição hospitalar também vai dispor de um ambulatório com nove consultórios para consultas em Clínica Geral, Traumatologia, Ortopedia, Cardiologia, Infectologia e Urologia. A seção ambulatorial terá, ainda, serviços de enfermagem, coleta de exames, farmácia, eletrocardiograma, psicologia, terapia ocupacional e serviço social. Também terá um centro cirúrgico com oito salas, sendo duas para Obstetrícia.

Um dos procedimentos mais importantes a serem oferecidos em nível ambulatorial será o de Terapia Renal Substitutiva, com 22 máquinas de hemodiálise – o que evitará o deslocamento de pacientes para atendimento em outras regiões do Estado.

Como suporte ao atendimento médico, o HRT contará com um centro de diagnóstico com serviços de laboratório de análises clínicas, raios-X, raios-X telecomandado, mamografia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética, ecocardiograma, eletrocardiograma, eletroencefalograma, Holter, Mapa, teste ergométrico, endoscopia e colonoscopia.

Também são fundamentais para o funcionamento do novo hospital, os serviços de apoio assistencial, que estão distribuídos entre serviços administrativos, portaria e recepção, vigilância e segurança patrimonial, hotelaria, lavanderia, rouparia, nutrição e dietética, manutenção e engenharia, equipamentos médicos e predial, conservação e jardinagem, manutenção de água e esgoto, manutenção de sistemas de tecnologia da informação e telemedicina, gases medicinais, transporte externo de pacientes, limpeza e higienização e logística hospitalar de resíduos.

Plantão 24horas News  

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo