ITAITUBA

Indígena infectado pelo coronavírus é transferido para Belém

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


No dia 24 de maio, o indígena Amâncio Munduruku deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento-UPA, com sintomas do COVID-19. 
Com o agravamento do quadro clínico, ele foi transferido para a UTI do Hospital Municipal de Itaituba, ficando ligado ao respirador mecânico,  porém, diante da gravidade do seu quadro clínico, foi necessário sua transferência para Belém, uma vez que Itaituba ainda não dispõe de UTI com tratamento intensivo. 
Segundo a Coordenadora da UPA, Elaine Érica, o indígena estava dispneico, totalmente dependendo de oxigênio. Com o agravamento da doença, a Secretaria de Saúde solicitou da SESMA -Belém a transferência do paciente e  imediatamente foi disponibilizado uma UTI Aérea para transferi-lo para a capital do estado. Elaine ressalta: “O indígena não tem histórico de doenças crônicas, como por exemplo  hipertensão ou diabetes, mas graças a Deus conseguimos sua transferência e creio que vai dar tudo certo” e conclui: “Ficamos aqui na torcida para que seu Amâncio volte recuperado”.
Plantão 24 horas News com informações da ASCOM/PMI

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS