ITAITUBA

Integrantes de quadrilha que aplicava golpes em idosos são presos no Pará

Foto: Ascom / PCPA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Polícia Civil do Pará, por meio da Superintendência Regional do Caeté, deflagrou a “Operação Rattus”, que cumpriu três mandados de busca e apreensão, um mandado de prisão preventiva e três mandados de prisão temporária, no fim desta semana, em Primavera, nordeste do Pará.

A ação teve como objetivo desmembrar uma associação criminosa especializada em aplicar golpes em idosos, realizando empréstimos bancários em nome das vítimas, e de forma proveitosa, se apropriava dos valores, que chegaram a R$ 50 mil.

“Inicialmente, os golpistas faziam amizade com as vítimas. Com isso, os criminosos pediram os aparelhos celulares para acessarem os aplicativos bancários, instalados nos aparelhos. Após solicitarem empréstimos instantâneos, pelo próprio software, os criminosos transferiam os valores solicitados aos bancos via Pix. Desta forma o golpe era efetuado, mas os idosos só ficavam sabendo quando iriam receber suas aposentadorias, por conta do desconto em folha”, informou o Delegado Lucas Gomes Luz.

Até o momento, cinco pessoas que caíram no golpe foram identificadas nos municípios de Primavera (base dos criminosos), Quatipuru, São João de Pirabas e Salinópolis. O delegado Civil que investiga o caso acredita que outras pessoas possam ter sido enganadas pelos acusados: “Como os golpistas se aproveitavam da idoneidade das pessoas mais experientes, muitas não sabem mexer em aplicativos bancários. A gente aproveita essa oportunidade para orientar que só tenha acesso a esse tipo de dado, informação ou aplicativo quem realmente for de confiança”.

Foram apreendidos celulares e equipamentos eletrônicos, bem como documentos. Todo o material será periciado. O resultado dos exames será incluído no inquérito policial instaurado. Os presos, após procedimentos cabíveis, foram encaminhados para presídios estaduais e estão à disposição da justiça.

Por Evaldo Júnior (PC)

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS