ITAITUBA

JOVEM DE 16 ANOS QUE ESTAVA GRÁVIDA É ASSASSINADA PELO NAMORADO NA ZONA RURAL DE ORIXIMINÁ

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Uma adolescente de 16 anos foi assassinada na noite de terça-feira (15) na comunidade Amapá, região do Lago do Sapucuá, zona rural do município de Oriximiná, oeste do Pará. De acordo com a Polícia Civil, Geiza Viana Gato estava grávida de seis meses e foi alvejada com um tiro na cabeça.


De acordo com o delegado de Polícia Civil, Jaime Paixão, o companheiro da vítima, um rapaz de 18 anos, é apontado como autor do crime. Após matar a adolescente, o suspeito fugiu, mas foi preso pela polícia na manhã desta quarta-feira (16) na comunidade Boca dos Currais.

Ainda seguindo a polícia, o rapaz não tinha passagens pela polícia. Ele está sendo indiciado por feminicídio mais agravante, pois a adolescente foi morta durante a gestação. Na delegacia, o suspeito alegou que o tiro foi acidental. Ele ainda não prestou depoimento, mas está previsto para ocorrer em até 24h. A família da vítima também deve prestar depoimento na delegacia.

Feminicídio

A lei de número 13.104, sancionada em 9 de março de 2015 pela Presidenta Dilma Rousseff torna o crime contra a vida da mulher em crime hediondo, além de inafiançável e sem possibilidade de redução de pena. O feminicídio é caracterizado quando a mulher é assassinada justamente pelo fato de ser mulher.

Existem alguns agravantes que podem aumentar o tempo da pena, como feminicídio ocorrido durante a gestação ou nos três meses posteriores ao parto, feminicídio contra menor de 14 anos, maior de 60 anos ou pessoa com deficiência e ainda feminicídio na presença de descendente ou ascendente da vítima.


Fonte: BLOG DO JK

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo