ITAITUBA

Ladrão foi perseguido e morto com mais de 20 golpes de terçado.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Natanael da Silva Bolieiro, conhecido como “Badaró”, foi perseguido e morto com mais de 20 golpes de terçado, na invasão Visão de Deus, no bairro da Pratinha II, na manhã de ontem.

O homem, que completaria 25 anos no próximo dia 28, estava em liberdade condicional e foi apontado como o autor da morte de um comerciante durante assalto ocorrido na semana passada. Até o final da manhã de ontem a polícia não tinha informações sobre os matadores de “Badaró”. As marcas de sangue nas paredes de algumas residências e o rastro que se formou pelo chão, na invasão Visão de Deus, indicam que Natanael tentou fugir. Moradores da área disseram ao investigador Sérgio Campos, da Divisão de Homicídios da seccional de Icoaraci, que escutaram gritos e correria por volta das 7h.


“Quando isso acontece, a tendência é de todo mundo se recolher, pois com os gritos e a correria as pessoas ficam com medo de se meter”, explicou o policial. “Me disseram que ele ainda correu bastante, mesmo ferido. Uma prova disso é o rastro de sangue pelo chão”. Muito ferido, Natanael não aguentou e caiu no quintal de uma casa. Os criminosos foram atrás dele e desferiram mais golpes. “Não tem nem como contar, pois foram muitas perfurações. Com certeza tem mais de 20”, disse Sérgio Campos. A vítima ficou deformada e moradores do local cobriram o corpo com papelão.

A irmã e a tia de Natanael, que moram no bairro da Pratinha, foram ao local do crime. Elas conversaram com o investigador Sérgio Campos e disseram que “Badaró” havia sido preso por roubo, mas estava em liberdade condicional. Há três dias ele ainda usada a tornozeleira eletrônica, mas retirou o aparelho para fazer um assalto na comunidade Dois Irmãos, na Pratinha. Durante a ação ele matou, com uma facada, um comerciante conhecido como “Agostinho”.

Os policiais civis que estavam na invasão Visão de Deus, fazendo o levantamento do homicídio, disseram que ainda não tinham informações sobre os assassinos. Mas a equipe vai investigar se a morte de Natanael tem alguma ligação com o crime que ele cometeu na semana passada. Quem tiver informações a respeito do ocorrido pode contribuir com a polícia por meio do Disque-Denúncia (181). A ligação é gratuita e não é preciso se identificar.

Fonte: Plantão 24horas – News / Portal ORM

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo