ITAITUBA

Lúcio Vale é empossado conselheiro do TCMPA

Encontro para o empossamento do conselheiro. Foto: TCMPA.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Ao ser empossado no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios do Pará (TCMPA) pela presidente da Corte de Contas, conselheira Mara Lúcia, em sessão solene híbrida, nesta sexta-feira (23), Lúcio Dutra Vale disse que assumia o cargo com o sentimento de profunda gratidão a Deus, à sua família, ao amigo Helder Barbalho, governador do Estado que o indicou para o cargo, bem como a todos que contribuíram com sua trajetória profissional. Destacou ainda que também assumia o cargo com o enorme senso de responsabilidade imposto pela importância da missão constitucional do Tribunal.

Reunião com participantes. Foto: TCMPA.

Lúcio Vale ressaltou que pretende atuar nos próximos anos como conselheiro do TCMPA mantendo sempre as portas abertas aos prefeitos, presidentes de câmaras e demais jurisdicionados, para apoiar “as boas práticas e iniciativas, quando se evidenciarem a busca de soluções factíveis e possíveis para o melhor e mais efetivo atendimento da população, sem descuidar-me do exercício do poder-dever de fiscalizar, julgar e sancionar, quando o caso assim o exigir”.

O conselheiro empossado Lúcio Vale disse que o desafio agora é honrar a missão e se valeu de um verso de Fernando Pessoa. “Para melhor traduzir tudo o que é meu alicerce: ‘Trago dentro do meu coração, como num cofre que se não pode fechar de cheio, todos os lugares onde estive, todos os portos a que cheguei, todas as paisagens que vi através de janelas ou vigias, ou de tombadilhos, sonhando, e tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero’”, disse ele durante o pronunciamento de posse.

Momento da posse. Foto: TCMPA.

Segundo afirmou Vale, “trago na bagagem, a partir do conhecer proximamente, sempre in loco, boa parte do que é subtraído da sociedade paraense, todo o meu percurso biográfico de vida pública alicerçado na busca de efetivamente atender aos tantos e incontáveis clamores que ouvi e senti”.

“O que sempre me moveu e me conduziu até aqui, que almejo fundamentalmente, nesse caminhar de ouvir falar, para sentir e agir, desenvolver conjuntamente com as senhoras e senhores uma atuação coletiva em que o nosso fazer sobreponha o eu fazer, sempre. O desafio estará assim centrado na performance de ação, a partir do diálogo diário, da proposição de novas e alcançáveis ideias, na desconstrução de um modelo único. E para tal, penso que nada somos ou fazemos sozinhos. Jamais alcançaremos o nosso potencial singular se não estivermos receptíveis às enriquecedoras experiências e vivências por queles que nos precedem e também por aqueles que caminham ao nosso lado, partilhando do mesmo ideal. É nessa perspectiva, do eu no outro e do outro em mim, de maneira empática e harmônica, que daremos cumprimento à nobre missão de atuar em favor de um Pará desenvolvido”, afirmou o conselheiro Lúcio Vale.

Capacidade e sensibilidade

A presidente Mara Lúcia disse que o ingresso de Lúcio Vale como membro do TCMPA era motivo de orgulho e certeza de que fará um excelente trabalho, com sua capacidade, experiência e liderança, a exemplo do demonstrado ao longo de sua trajetória profissional e política, com destacada atuação na Câmara Federal e como vice-governador do Estado, que o credenciava ao cargo de conselheiro do Tribunal de Contas. Mara Lúcia destacou ainda a sensibilidade de Lúcio Vale, de grande importância para um julgador das contas públicas, que tem também a missão de orientar os gestores municipais.

O conselheiro Sérgio Leão, corregedor do TCMPA, fez a saudação ao conselheiro Lúcio Vale em nome da Corte de Contas, destacando que o novo conselheiro sempre atuou com brilhantismo em sua trajetória profissional. Também fizeram uso da palavra para dar as boas vindas ao conselheiro Lúcio Vale, o conselheiro vice-presidente, Antonio José Guimarães, o conselheiro ouvidor, Daniel Lavareda, os conselheiros Cezar Colares e José Carlos Araújo, e as conselheiras substitutas Márcia Costa e Adriana Oliveira, além da procuradora-Geral, Inez Gueiros, que falou em nome do Ministério Público de Contas dos Municípios do Pará (MPCM-PA).

Autoridades parabenizaram o conselheiro Lúcio Vale através de manifestações por vídeo, como o governador Helder Barbalho, que disse ter certeza de que Lúcio Vale dará enorme contribuição ao Tribunal de Contas dos Municípios, graças à sua capacidade, experiência e sensibilidade de homem público.

Também se manifestaram parabenizando e afirmando ter certeza de que Lúcio Vale dará importante contribuição ao crescimento e fortalecimento da Corte de Contas, o procurador-Geral de Contas do Estado do Pará, Guilherme de Costa Sperry; o procurador-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Pará, Cesar Mattar Jr.; e o presidente da Assembleia Legislativa do Pará, deputado Chicão.

Lúcio Dutra Vale, nascido em Manhuaçu (MG), no dia 27 de dezembro de 1972. Filho de Anivaldo Juvenil Vale e Ana Dutra de Souza Vale. Graduado em administração de empresas pela Universidade Paulista (UNIP), especializou-se em Gestão Pública pela Universidade da Amazônia (Unama). Iniciou sua trajetória profissional como menor auxiliar de serviços gerais no Banco do Brasil. Foi diretor geral da Secretaria Municipal de Saúde e da Secretaria Municipal de Administração da cidade de Belém. Foi eleito deputado Federal em 2006, onde foi reeleito duas vezes, cumprindo três mandatos (2007-2010, 2011-2014 e 2015-2018). Em 2018 foi eleito vice-governador do Estado do Pará, onde ocupou o cargo até abril de 2021.

Fonte: Plantão 24horas News, com informações do TCMPA.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS