ITAITUBA

Materiais para a construção do Estádio de esporte de Itaituba estão sendo saqueados

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Orçado em quase R$ 1,4 milhão, o tão sonhado estádio de esporte de Itaituba, Teófilo Olegário Furtado, com construção iniciada em Junho de 2019 e prazo de entrega previsto para o dia 2 de Junho deste ano, está em fase de obra parada e situação de abandono.

Em virtude disso, os materiais de construção estão sendo saqueados por vândalos, sobretudo tendo em vista a inexistência de vigilância no local. O portão do canteiro de obras do estádio e cadeados foram encontrados com totais sinais de vandalismo, arrebentados. 
De um lado, situação atual. Do outro, o projeto do estádio. Divulgação 

Conforme relatos de moradores das proximidades, já foi visto um caminhão de pequeno porte sendo supostamente carregado com materiais de construção do local, a saber de alguns, cimento, ferro; os quais seriam usados na obra. 


Em entrevista, o presidente do bairro Bela Vista, e também desportista, Nelton Sousa, comentou a situação de abandono da obra que deu lugar ao extremo vandalismo. “Como morador e desportista, doi o coração da gente.   Cortaram os cadeados e levaram os materiais, que é dinheiro nosso”. E finaliza “Nós desportistas estamos praticamente abandonados”. 

Portão do canteiro de obras arrebentado. Divulgação 

De acordo com informações recentes do engenheiro responsável pela obra, a paralisação se deu em decorrência da pandemia do coronavírus. 


Confira o projeto gráfico do Estádio

O porte do estádio é tamanho oficial, medindo 95m de largura por 115, com arquibancadas em uma das laterais, gramado denominado de “Esmeraldo” e com capacidade para acomodar cerca de 4 a 5 mil pessoas.



Plantão 24horas News com informações do repórter Mauro Torres 


COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS