ITAITUBA

Moradores de Miritituba planejam bloquear via de acesso à setor operacional de empresa

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Setor operacional da empresa Acari instalado no Distrito de Miritituba. Foto: reprodução.

Um grupo de moradores residentes no Distrito de Miritituba, em Itaituba, ameaçam bloquear um via que dá acesso ao setor operacional da empresa Acari, instalado no bairro Buritizal, às margens do rio Tapajós. 


Os moradores cobram ação de infraestrutura na via utilizada, visto que diariamente trafegam por ela diversos caminhões caçambas carregados de areia e britas, o que, no transcorrer do percurso, tais materiais acabam caindo na rua dificultando o tráfego de veículos menores. 

Ainda somado a isso, o excesso de poeira e buracos na rua em questão, também fazem parte do combo de reclamações apresentadas. Carros-pipas são utilizados para minimizar a poeira, mas com pouca frequência, alega-se.

Via que dá acesso ao setor operacional da empresa Acari. Fotos: Esdras Teixeira/Plantão
De acordo com o que relatou uma moradora, as reivindicações que fundamentam um iminente manifesto já teriam sido levadas a TV local, mas nada foi resolvido até então. 

Ainda assim, outro ponto apresentado pela moradora que falou em nome dos habitantes locais, foi sobre supostas irresponsabilidades dos motoristas dos caminhões ao trafegarem pelo local considerado estreito e precário. 

“Essa reclamação não é de hoje. O empresário disse que daria o material pra fazer o asfaltamento da rua e fazer encanação, mas agora nada foi feito. Uma poeria insuportável. Além do mais tem uns motoristas muito irresponsáveis que passam em alta velocidade”, destacou uma moradora.

De acordo com informações repassadas, o proprietário da empresa Acari já foi procurado por moradores das redondezas, mas ainda não concretizou nenhuma das ações requeridas.

Desta forma, caso não haja respostas reais, os moradores estão decididos a fechar a via na manhã da próxima segunda (17). 

Veja em vídeo a reclamação de uma moradora afetada

Unidade da empresa Equador

Ainda neste viés, ainda em contato com a redação do Plantão, os moradores também arquitetam fechar uma das vias que dá acesso a uma unidade da empresa Equador localizada no bairro Jardim do Édem.

Conforme informaram-nos, caminhões tanques a serviço da empresa trafegam constantemente por uma estrada de chão estreita e precária, resultando na geração de transtornos, como por exemplo, poeira excessiva.

Plantão 24horas News 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo