ITAITUBA

Morre 2ª vítima de acidente na 163 em Sinop.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Morre 2ª vítima de acidente na 163 em Sinop; acadêmico será sepultado hoje
Morreu a segunda vítima de um violento acidente, ocorrido ontem à tarde, na BR-163, na entrada de Sinop (a cerca de 35 quilômetros do centro). Heloísa Caroline Pedroso, 28 anos, estava no Renault Sandero, prata, que colidiu frontalmente com um Ford Fiesta, vermelho, conduzido pelo acadêmico Rafael Peron, 18 anos, que morreu no local. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital Regional, no entanto, não resistiu aos ferimentos e faleceu esta madrugada.

A confirmação da morte foi feita, pela funerária São Jorge, que encaminhou um veículo para traslado da vítima até Sorriso, onde será velada e sepultada. Os horários dos procedimentos fúnebres ainda não foram definidos. Heloísa era zootecnista e trabalhava em uma empresa ligada ao segmento de alimentação. A mãe dela, Rivacleide Cadete Pedroso, 52 anos, também estava no carro.

Ela foi socorrida por uma ambulância e encaminhada ao Hospital Regional, onde está internada. Uma fonte de Só Notícias informou que ela teve ferimentos no braço e no rosto. Seu estado atual de saúde não foi confirmado. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura de Sorriso, Rivacleide é funcionária do setor administrativo da Secretaria de Esportes.

Rafael Peron, 18 anos, que estava sozinho no Ford Fiesta. Um familiar, bastante abalado, informou que o jovem seguia de Sorriso para Sinop, onde morava. Em seguida, iria para um casamento em Vera. O rapaz era acadêmico do curso de Agronomia, em uma faculdade particular em Sorriso. Ele está sendo velado no Memorial Luz e Vida e será sepultado, hoje, às 16h30, em Sinop. Com o acidente, o trânsito na rodovia federal ficou lento e a pista chegou a ficar interditada por duas horas.

O tráfego no trecho foi liberado, há pouco. A Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec) esteve no local para apurar as causas do acidente. No entanto, de acordo com a PRF, a colisão pode ter sido ocasionada por uma ultrapassagem malsucedida. Esta versão ainda será investigada.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo