ITAITUBA

Mulher é detida acusada de espancar sobrinha com cinto em Parauapebas.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A mulher Rita da Silva, de 45 anos, foi detida nesta sexta-feira (10), acusada de espancar com um cinto a sobrinha de sete anos de idade, na última quarta-feira (8), provocando vários hematomas pelo corpo da menina. Como não foi presa em flagrante, a acusada prestou depoimento e foi liberada.


De acordo com a delegada Ana Carolina, da Delegacia da Mulher, Rita deverá ser indiciada por lesão corporal, com penas previstas no artigo 129, parágrafo 9º do Código Penal. A mãe da menina está hospitaliza, em estado de choque. “Vamos esperar ela receber alta para também ouvi-la”, diz a delegada.


À reportagem, Rita da Silva alegou que bateu na menina porque tem mais de dois anos que ela “anda roubando coisas na casa dela, de sua família e de outras pessoas”. Diz ainda que a menina reside em uma casa nos fundos de sua residência e quando faz algo errado muitas vezes é ela quem é chamada a atenção.


A mulher revela que bateu na menina na quarta-feira porque a pequena teria roubado R$ 10 do mercadinho de um vizinho, que a teria chamado atenção na frente de todo mundo. “Perguntei por que ela fez aquilo e depois a levei para a casa da mãe dela, que me disse que não podia fazer nada. Isso me deixou irada e perdi a cabeça. Acabei batendo nela”, relata Rita da Silva, justificando que sofre dos “nervos” e, por isso, se descontrolou. 

Fonte: (Vela Preta/Waldyr Silva)

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS