ITAITUBA

Operação apreende 4 mil metros cúbicos de madeira ilegal em Moju

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Três serrarias que exploravam madeira ilegalmente em Moju, no nordeste paraense, foram autuadas e interditadas pela operação Gaia, da qual participam a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), Polícia Civil, Batalhão de Polícia Ambiental e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Foram apreendidos 4.129 mil metros cúbicos de madeira ilegal em toras e outros dois mil metros cúbicos de madeira serrada.
Parte do Programa de Redução da Emissão de Gases do Efeito Estuda e Desmatamento Ilegal (Pregeed), da Semas, a operação que teve início no último dia 21 de março e não tem prazo para conclusão das buscas a infratores das leis de proteção ambiental. O delegado comandante da ação, Marcos Miléo Brasil, informou que as interdições foram conduzidas de forma pacífica, sem conflito. “No total o material apreendido poderia encher o equivalente a 160 caminhões de 25 metros”, informou. 
Entre as espécies apreendidas estão maçaranduba, angelim e outras de alto valor comercial. A equipe encontrou dois mil metros cúbicos de madeira ilegal em apenas uma das empresas. Segundo o secretário adjunto de Gestão e Regularidade Ambiental da Semas, Thales Belo, todo o maquinário e ferramentas apreendidas na operação deverão ser tombados ou doados, e a madeira também terá destino semelhante.
O Pregeed é um programa que fortalece a integração entre instituições para combater o desmatamento. O trabalho tem focado os órgãos federais, porque os números apresentados pelos serviços de inteligência e segurança institucionais mostram que os mais altos índices de exploração florestal ilegal ocorrem em terras indígenas e assentamentos.

Fonte: https://www.facebook.com/plantao24horasnews/

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo