ITAITUBA

Operação da polícia prende seis pessoas em Vigia de Nazaré

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Seis pessoas foram presas por envolvimento nos crimes de estelionato, estupro de vulnerável, roubo, receptação e violência doméstica, em Vigia de Nazaré, no nordeste do estado. As prisões fazem parte de uma ação conjunta das polícias Civil e Militar e foram divulgadas nesta quarta-feira (29). Todos os presos estão recolhidos e à disposição da Justiça.
As prisões fazem parte de ações integradas de combate ao crime no município, sob coordenação do delegado Alexandre Lopes, titular da Unidade Integrada Pro Paz de Vigia de Nazaré. Uma mulher foi presa ao tentar enganar uma idosa em uma agência bancária no município. A vítima tentava pagar uma conta no caixa eletrônico, quando a mulher se ofereceu para ajudar. O golpe foi descoberto, porque a idosa percebeu que a mulher havia trocado o seu cartão. Ela foi presa por seguranças do banco.
Com ela foram encontrados 12 cartões de crédito de pessoas diversas e ainda uma máquina usada para clonar dados de cartões magnéticos. Em depoimento, a mulher admitiu que vinha praticando golpes com cartões magnéticos há dois meses. A suspeita já tinha sido presa antes no Maranhão por estelionato. Após ser autuada pelo crime, ela foi transferida ao Centro de Recuperação Feminino, em Ananindeua.
Dois homens foram presos por crime de receptação. Eles foram flagrados em uma moto sem documentação por policiais militares e conduzidos para a UIPP de Vigia de Nazaré. Ao verificar a moto, foi constatado que era um veículo que havia sido furtado poucas horas antes em Santa Izabel do Pará. A vítima foi comunicada e recuperou a moto.
Outro preso foi flagrado por uma guarnição da PM, enquanto cometia o crime de violência doméstica contra a própria mãe, de 70 anos de idade. Embrigado, o acusado agrediu a idosa e passou a quebrar objetos dentro de casa. A mulher recebeu atendimento médico. Já o agressor foi autuado em flagrante na UIPP.
Outros dois homens foram presos com mandados de prisão. Um deles suspeito de abusar sexualmente de uma menina de 11 anos. Na época do crime, ele fugiu para a fronteira do Brasil com o Suriname, mas, ao retornar à cidade, foi preso por ordem judicial expedida em maio. Ele foi posto em liberdade por causa de problemas de saúde, mas acabou com a prisão novamente decretada por descumprir medidas cautelares estabelecidas pela Justiça.
O outro preso é suspeito de roubo. Ele chegou a ser preso, no final do ano passado, suspeito de ter cometido um assalto com uso de arma de fogo, mas teve a prisão revogada pela Justiça. Por ter feito ameaças às vítimas, novamente a Justiça decretou a prisão do homem.
Fonte: G1-Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo