ITAITUBA

Pânico e ameaças: Passageiros são vítimas de assalto no rio Tapajós, em Itaituba

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O que havia sido planejado para ser uma tarde de diversão e lazer, se transformou subitamente em momentos de pânico e ameaças. Três passageiros foram vítimas de assalto na tarde desta última segunda-feira (21), durante trajeto que tinha como destino uma praia, em Itaituba. 

Segundo consta no boletim de ocorrência e com base em entrevista dada por uma das vítimas, os passageiros embarcaram em uma voadeira (pequena embarcação), por volta das 15h30, do porto ‘Sonda Bar’, em Itaituba.

A viagem, que duraria poucos minutos, foi prolongada em virtude de que o piloto da embarcação, não identificado, teria seguido outra rota da estabelecida pelos passageiros. Ao se aproximar de um porto, o piloto reduziu a velocidade da embarcação e anunciou o assalto.

Imagem ilustrativa. Foto: Esdras Teixeira – Plantão

Uma das vítimas, que preferiu não se identificar, contou que sob ameaças de joga-los no rio, o piloto sacou uma arma e pediu que os três entregassem tudo o que estavam portando. Sem hesitarem, eles entregaram dinheiro, celulares e até mesmo alguns produtos que haviam comprado.

“Ele era um cara conversador, com papo. Então a gente foi caindo na conversa. Quando ele reduziu a velocidade, a gente até ficou preocupado se tinha acontecido alguma coisa com o motor. Foi aí que ele levantou a camisa, mostrou a arma e anunciou o assalto”, contou.

Diante disso, a vítima discorre ainda que o casal passageiro começou a entrar em desespero em razão de perigo iminente à vida.

“A mulher estava o tempo todo chorando. O cara pedindo socorro e não passava nenhuma voadeira. A preocupação era a de ele fazer alguma besteira com a gente. Ele todo tempo ameaçando jogar a gente no rio caso nós fizesse alguma coisa”, complementou.

Passados alguns minutos, já consumado a ação criminosa, as vítimas foram deixadas em um local distante às margens do rio Tapajós. Em seguida, o piloto, que não dispunha de nenhum tipo de identificação, fugiu. 

Diante do registro de Boletim de Ocorrência na 19ª Seccional de Polícia Civil de Itaituba, as investigações estão sendo realizadas com o intuito de localizar o autor do crime.

A fim de obter posicionamento, o presidente da Associação do Barqueiros foi contatado, mas, até o momento, não obteve-se resposta.

 TV Tapajoara HD 7.1

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo