ITAITUBA

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
O tucupi pode ser considerado o coringa da culinária paraense. Caldo amarelo, produzido a partir da fermentação da mandioca, raiz da maniva, é servido com os mais diferentes tipos de carnes. Mas é com o pato que o tucupi ganha sabor extraordinário e status de carro chefe da culinária paraense.O caldo do tucupi deve ser bem fervido para eliminar o ácido cianídrico, presente na mandioca. Em seguida, temperá-lo a gosto com sal, alho, chicória e pimenta de cheiro.
Reservar. A carne do pato deve ser temperada com sal, alho e pimenta do reino a gosto de preferência na véspera. Antes do preparo do prato, vai ao forno para assar.O prato também leva uma erva chamada jambú. Alguns garantem que o jambú tem propriedades afrodisíacas. O que se nota ao degustá-lo é que ele causa uma leve dormência nos lábios.
Fonte: http://www.belem.pa.gov.br/

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

Pirarucu de casaca

Outro peixe de grande consumo no Pará é o pirarucu, característico das águas calmas das várzeas amazônicas. Maior peixe de água doce do mundo, chega

Os doces e sobremesas paraenses

Os doces e sobremesas paraenses são ricos em sabores regionais, feitos com as frutas encontradas na Amazônia e licores. As frutas mais utilizadas são o