ITAITUBA

PELOTÃO DE POLÍCIA FEMININA DA POLICIA MILITAR COMPLETA 34 ANOS.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Em 1° de fevereiro de 1982 foi criado o primeiro pelotão feminino da Polícia Militar do Pará. À época a subdivisão era composta por apenas 58 mulheres, que não tinham qualquer referência de como se daria essa inclusão nos quadros da corporação, até então ocupados exclusivamente por homens. Hoje, passados mais de trinta anos de lutas pela equidade de condições e conquista de espaço, elas correspondem a 15% do efetivo policial.
“Há 34 anos tudo era mais difícil, não podíamos deixar o cabelo crescer, só podíamos usar esmaltes de cor clara. Se fôssemos nos casar com um homem que também fosse policial, ele tinha que ser da mesma patente”, recorda Maurea Mendes, 56 anos, integrante da primeira turma de mulheres policiais do Estado e hoje na reserva. “Eu era professora, lecionava para crianças. Aos 22 anos vi publicado no jornal o edital para ingresso na PM e decidir encarar. Recebi total apoio da minha família e apesar de ter sido uma escolha feita na base do risco, acabou dando certo”, contou.
O dia 1° de fevereiro tambem ficou instituído como o Dia da Policial Feminina do Pará, uma homenagem às mulheres que dedicam grande parte do seu tempo ao serviço público. “Tenho 25 anos de corporação e mesmo que a nossa missão de servir a sociedade possa nos custar o sacrifício da própria continuo achando maravilhosa. Ser policial feminina é diferente, é uma rotina cansativa porque pegamos no pesado, e sem nenhuma regalia por sermos mulheres, mas ao mesmo tempo é muito gratificante”, declara Maurea.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS