ITAITUBA

Polícia Civil já conta com instalações da Delegacia da Mulher no município de Soure

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


A Polícia Civil já conta com uma nova Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher em funcionamento no interior do Pará. Localizada em Soure, na região do Marajó Oriental, a DEAM atende ocorrências de casos de violência doméstica e familiar contra a mulher previstos na Lei Maria da Penha. As instalações da Delegacia foram entregues à comunidade de Soure esta semana durante encontro presidido pela delegada Simone Edoron, diretora de atendimento a Grupos Vulneráveis, e delegado Silvio Maués, diretor de Polícia do Interior, da Polícia Civil. Atualmente, o Pará conta com 16 Delegacias da Mulher em todo Estado. Localizada na 4ª Rua, entre travessas 14 e 15, no bairro Centro, a sede da DEAM é presidida pela delegada Thiciane Maia.


No espaço, as mulheres terão não só um ponto para denúncias de violência doméstica, mas também para serem bem acolhidas e ainda para buscarem orientações, explica a delegada Simone Edoron. Antes os registros de ocorrências de violência doméstica eram realizados na Superintendência da Polícia Civil de Soure. Instalada em uma casa alugada de forma provisória, a Delegacia terá suas atividades ampliadas futuramente após a construção da sede da DEAM no município. A delegada salienta que é importante, para as mulheres, contar com um espaço específico de atendimento visando a garantia de direitos das mulheres vítimas de violência. “As mulheres se sentirão acolhidas e terão um atendimento humanizado e especializado”, destaca. Com funcionamento em horário de expediente, a Delegacia da Mulher também atuará no esclarecimento e aconselhamento às mulheres, além de atender solicitações de medidas protetivas de urgência para que o acusado não entre em contato com a vítima, bem como não se aproxime dela, como garantia da integridade física.
Delegada Thiciane Maia é a titular da DEAM de Soure. Abaixo, novas instalações
Além disso, a DEAM conta com parcerias para encaminhamentos com outros órgãos do município, como Conselho Tutelar e CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistência Social), para atendimento às mulheres. Segundo o delegado Luciano Cunha, titular da Superintendência da Região Integrada do Marajó Oriental, os procedimentos de prisão em flagrante quanto a autores de violência doméstica serão realizados na sede da unidade policial, em Soure.
Inauguração das instalações da DEAM em Soure

AVANÇOS Desde 2011, o Estado do Pará conquistou avanços na melhoria do atendimento às mulheres vítimas de violência. Além da criação da Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis, em 2012, pelo Governo do Estado, que possibilitou atendimento diferenciado a pessoas em situação de vulnerabilidade, violência e discriminação social, como crianças, adolescentes e mulheres, o número de Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (DEAM) aumentou. 
Em 2011, o Estado do Pará tinha apenas cinco Delegacias. Atualmente, já são 16. No ano passado, foram instaladas novas Delegacias da Mulher em cidades como Capanema, no nordeste paraense, e em Barcarena, na região do Baixo-Tocantins. Além das novas DEAMs, foram implantados cinco polos do Pro Paz Integrado, para prestar atendimento especializado, tanto às mulheres quanto às crianças e adolescentes, nas regiões de Santarém, oeste paraense; Tucuruí, sudeste do Pará; Altamira, no sudoeste; Paragominas, na região da rodovia Belém-Brasília, e em Bragança, região do Caeté, nordeste do Estado. Em Belém, foi inaugurado o Pro Paz Mulher DEAM, para atender as mulheres vítimas de violência, na Região Metropolitana. Considerada de referência nacional, a unidade do Pro Paz Mulher DEAM presta atendimento social, por meio de psicólogos e assistentes sociais, e atendimento policial.
Fonte: policiacivil.pa.gov.br

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS

error: Entre em contato conosco para solicitar o uso de nosso conteúdo