ITAITUBA

Polícia prende dois suspeitos de assassinarem policial militar no Piauí

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


Uma operação conjunta entre as polícias do Piauí, Maranhão e Pará resultou na prisão de dois suspeitos de assassinarem o policial militar paraense Maycon Wellington Teixeira Batista no último dia 17 de julho, em Teresina (PI). Samuel Cruz dos Santos e Nilcélia de Sousa Silva, conhecida por “Maira”, ex-diretora da carceragem de Parauapebas, foram presos na cidade de São Mateus do Maranhão (MA).
A equipe da Delegacia de Homicídios identificou os suspeitos do crime, localizou o paradeiro e repassou as informações para as polícias dos estados vizinhos. Ainda há um terceiro envolvido no crime, Eliseu Silva Rangel, que está foragido.  “São presos de alta periculosidade, envolvidos em assaltos a bancos aqui no Piauí, Ceará, Maranhão e Pernambuco”, informou o delegado Francisco Bareta, coordenador da Delegacia de Homicídios, acrescentando que Samuel Cruz foi preso utilizando uma identidade falsa no nome de Edvan Lima dos Santos.



A Secretaria Estadual de Segurança irá montar um esquema especial para a transferência dos presos para Teresina. “O delegado Danúbio Dias, que preside o inquérito, está providenciando o recambiamento dos presos, com forte esquema de segurança, já que o Samuel e Eliseu já haviam sido presos e foram resgatados de dentro do presídio de Parauapebas”, destacou o delegado.


O soldado Maycon Wellington Teixeira foi assassinado com tiros de arma de fogo na Avenida Miguel Rosa, zona sul de Teresina, enquanto ia para um culto. Segundo a polícia, ele mantinha uma relação amorosa com Nilcélia e foi morto por ter conhecimento de crimes praticados pelos criminosos.

Fonte: Segup-PI

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS