ITAITUBA

Policiais que agrediram mulher em barco no Pará pagam fiança e são liberados

Policiais civis envolvidos na agressão de mulher em barco pagam fiança e são liberados.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Os três policiais que ameaçaram e agrediram uma mulher em embarcação no Pará pagaram fiança e foram liberados nesta sexta-feira (18), em Belém. Eles vão responder pelos crimes de lesão corporal e abuso de autoridade.

De acordo com a Secretaria de Segurança do Estado (Segup), a fiança foi arbitrada, como prevê a lei, para crimes que não somam quatro anos de penalidade. Nesta quinta-feira (17), os suspeitos foram autuados e afastados de suas funções, sendo retiradas as carteiras funcionais e armamentos.

Ainda segundo a Secretaria, os agressores responderão a um processo administrativo disciplinar, em que será analisada a conduta adotada pelos policiais durante a ação. O processo tem prazo de 60 dias, e pode ser prorrogado por mais 60 dias até a conclusão do inquérito policial.

 

Protestos

Na tarde desta quinta-feira (18), moradores de Breves, no Marajó, realizaram um ato pedindo a proteção à mulher agredida por policiais e cobrando a punição dos policiais envolvidos na agressão.

Dezenas de pessoas saíram as ruas do centro da cidade, realizando uma caminhada e buzinaço, com faixas e cartazes. O ato foi promovido pela Secretaria Municipal da Mulher.

 

Agressão

O caso ocorreu na última quarta-feira (16), e gerou grande revolta nas redes sociais por conta da violência empregada pelos policiais, que ameaçaram a vítima.

Segundo relatos coletados pelo Governo do Pará, uma passageira teria entrado no navio em Breves e pediu para que uma outra passageira reajustasse sua rede. Neste momento, teria iniciado a discussão, com troca de palavrões e suposta lesão corporal leve. Foi quando, ainda segundo os relatos, os policiais tentaram intermediar o caso e acabaram se envolvendo na confusão, resultando nas imagens que foram divulgadas.

 

G1 Pará

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS