ITAITUBA

Polícias Civil e Militar cumprem mandados de prisão durante operação no Barreiro

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


As Polícias Civil e Militar deflagraram, na madrugada desta sexta-feira, 20, uma operação policial para dar cumprimento a mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão domiciliar no Barreiro, em Belém. O objetivo foi prender acusados de envolvimento em uma associação criminosa, que atua no bairro, nas práticas de tráfico de drogas, homicídios e roubos. No total, 22 pessoas, todas com antecedentes criminais, foram conduzidas até a Delegacia-Geral, no bairro de Nazaré, para averiguação. Destas, seis permaneceram presas. Os primos Márcio dos Santos Alfaia, 35 anos, conhecido na área como “Catita”, e Madson Nunes Alfaia, 19 anos, de apelido “Camarão”, apontados como os principais líderes do grupo criminoso, estavam com mandados de prisão decretados pela Justiça. Outras quatro pessoas também permaneceram presas. Três delas – Marcilene Nunes Alfaia; Luana Maria Morais dos Santos e Gilmar Ferreira Ferreira – foram presas em flagrante por tráfico de drogas. 

O outro preso é Rivaldo ou Sandro Magno Corrêa, de apelido “Pipira”, que é fugitivo do Sistema Penitenciário e, ao ser preso, possuía uma arma falsa, conhecida como simulacro. Ao ser feita a verificação no Sistema Judiciário, foi encontrado o mandado de recaptura decretado pela Justiça contra “Pipira”. Também foi dado o cumprimento do mandado de prisão de Diemerson Nunes Alfaia, de apelido “Smith”, que já estava preso no Sistema Penitenciário, desde o mês passado, pelos crimes de receptação e porte ilegal de arma de fogo, e que iria ser liberado com alvará de soltura pela Justiça por esses crimes.


A operação teve início por volta de 2 horas da manhã, após reunião operacional, na sede da Delegacia-Geral, sob coordenação do delegado Claudio Galeno, diretor de Polícia Metropolitana da Polícia Civil. Participaram da operação denominada de “Barreiro, mais de 100 policiais, entre civis que atuam em Seccionais de Polícia de Belém e do Grupo de Pronto-Emprego (GPE), e militares do Comando de Operações Especiais (COE) e da Rotam (Ronda Ostensiva Tática Metropolitana). Segundo o delegado Alberto Teixeira, diretor da Seccional Urbana da Sacramenta, a operação resultou de uma investigação que visa desarticular grupos criminosos no Barreiro.


“Levantamos os nomes das lideranças dos grupos criminosos que atuam na área praticando roubos na área da Avenida Pedro Álvares Cabral, e solicitamos à Justiça as prisões preventivas deles”, detalha. 
Eles também são acusados de envolvimento em outros crimes, como tráfico de drogas e homicídio.
As investigações identificaram seis líderes dos criminosos. A partir do levantamento, a operação foi planejada para localizar e cumprir as ordens judiciais na área.

Márcio Alfaia tem mandado de prisão no distrito de Outeiro e na Sacramenta, em Belém, por crime de homicídio, e outro por latrocínio – roubo seguido de morte. Já Madson Alfaia tem mandado de prisão por crime de homicídio e é acusado de envolvimento no tráfico de drogas. As demais pessoas conduzidas para a Delegacia-Geral, que não deviam à Justiça, foram liberadas. Conforme o delegado Alberto Teixeira, outras operações como essa serão deflagradas na área de abrangência da Seccional Urbana da Sacramenta, que atende aos bairros da Sacramenta, Barreiro, Telégrafo, Val-de-Cães e Maracangalha.

Fonte: http://www.policiacivil.pa.gov.br/

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS